segunda-feira, 13 de setembro de 2010

24 Horas Slot do Porto 2010 - Resultados finais






24 Horas Slot do Porto 2010


Clube Slot de Braga Racing - 6.º lugar
Clube Slot de Braga Sport - 14.º lugar




Decorreu no passado fim-de-semana, dias 10, 11 e 12 de Setembro de 2010, a já famosa prova de resistência organizada pela Stop & Go, as 24 Horas Slot do Porto.



A prova contou com vinte e seis equipas, sendo uma do nosso país irmão.



O Clube Slot de Braga, numa situação inédita, conseguiu formar duas equipas exclusivamente formadas por associados do Clube Slot de Braga:




- Clube Slot de Braga Racing, formada pelos seguintes elementos:

- António Maia (Chefe de Equipa);

- José Eduardo;

- Daniel Costa;

- Vítor Lopes;

- Emídio Peixoto.




- Clube Slot de Braga Sport, formada pelos seguintes elementos:

- Pedro Correia (Chefe de Equipa);

- Hugo Figueiredo;

- Carlos Alvim (Kikas);

- Filipe Gomes;

- Hugo Gomes.





A organização alugou um pavilhão com boas condições para a prática da modalidade, embora denotando algumas dificuldades de arejamento, o que levou a que o seu interior fosse quente e com alguma humidade.


A Sexta-feira foi inteiramente dedicada a treinos livres e à montagem dos veículos com os motores sorteados e os pneus Ostorero fornecidos pela organização.





As duas equipas do Clube Slot de Braga experimentaram diversas soluções ao longo da tarde, tendo acabado por alinhar com chassis já com alguma rodagem.






Ao Hugo Figueiredo e ao Pedro Correia coube a tarefa de montar o carro da equipa Clube Slot de Braga Sport.





Quanto à equipa Clube Slot de Braga Racing, a preparação coube ao nosso Professor, o José Eduardo, o qual empreendeu todo o seu saber na montagem de um carro que se revelou um verdadeiro espectáculo.







Um momento de descontracção dos elementos da equipa Clube Slot de Braga Racing... o Paulo Mendes aparece à esquerda da fotografia como convidado de honra e associado do Clube Slot de Braga.


O dia seguinte começou com os treinos livres, seguidos de um briefing entre os chefes de equipa e da qualificação.


Imagem do Briefing, com destaque para os elementos de três equipas bracarenses:
- Nuno Aguilar - Chefe da equipa Braga Slot Racing - Slot Madeira (à esquerda);
- António Maia - Chefe da equipa Clube Slot de Braga Racing (o segundo a contar da esquerda);
- Paulo Oliveira - Membro da equipa Herdmar (o quarto a contar da esquerda).




Imagem do Parque Fechado, destacando-se, na primeira linha à esquerda, o carro da equipa Clube Slot de Braga Racing, e, na quarta fila, no quarto lugar a contar da esquerda, o carro da equipa Clube Slot de Braga Sport.


Seguiu-se a qualificação, a qual se revelou muito favorável à equipa Clube Slot de Braga Racing.



Com efeito, não obstante a máquina de limpeza de pneus da organização não ter funcionado, a equipa conseguiu um brilhante terceiro lugar, com o Emídio Peixoto a pilotar e o José Eduardo com as funções de mecânico.


A equipa Clube Slot de Braga Sport, com o Hugo Figueiredo aos comandos, conseguiu um brilhante 16.º tempo na qualificação, ultrapassando equipas fortíssimas como a SFT e o AEROCLUBE - SLOT MADEIRA.
A pole position foi conseguida pela equipa Braga Slot Racing, com o Luís Azevedo a conseguir relegar a equipa da Trofa I para a segunda posição.



A primeira manga e a segunda parte segunda manga da prova revelaram-se muito equilibradas, com a equipa do Clube Slot de Braga Racing a assumir a liderança com o Vítor Lopes aos comandos.



No entanto, a segunda manga veio demonstrar que os pneus Ostorero escolhidos pela organização eram incapazes de, com temperatura ambiente quente e com uma condução rápida, aguentar sequer duas mangas.


E, assim, diversas equipas tiveram de efectuar desde logo a primeira mudança de pneus logo na segunda manga, deixando todas as equipas apreensivas, pois era fisicamente impossível que os jogos de pneus fornecidos pela organização permitissem chegar ao fim.



A prova ficou, assim, negativamente condicionada pelos pneus escolhidos pela organização, sendo frequente ouvir-se algo inédito em provas de slot: "Anda mais devagar!".


Para as equipas habituadas a andar sempre no limite o golpe foi fatal, nomeadamente, a equipa Braga Slot Racing e a equipa do Clube SlotCar da Trofa I, as quais ficaram arredadas dos lugares cimeiros e normalmente ocupadas pelas mesmas.


E, assim, a prova foi sempre de muita contenção no andamento e sempre a olhar para a borracha que ainda existia nos pneus traseiros.

Fruto do andamento contido e equilibrado do António Maia, do José Eduardo, do Vítor Lopes, do Daniel Costa e do Emídio Peixoto, a equipa Clube Slot de Braga Racing logrou alcançar o sexto lugar final, igualando a classificação do ano passado e cotando-se mesmo como a melhor equipa de Braga.

A equipa do Clube Slot de Braga Sport, fruto do andamento muito equilibrado do Hugo Figueiredo, do Kikas, do Pedro Correia, do Filipe Gomes e do Hugo Gomes, conseguiu poupar os jogos de pneus, superar-se e alcançar um brilhante 14.º lugar.

As duas equipas do Clube Slot de Braga conseguiram alcançar os objectivos propostos e referidos no último post sobre a prova, ou seja, igualar o resultado do ano passado (o que se demonstrou muito difícil face ao forte condicionamento imposto pelos pneus escolhidos e fornecidos pela organização) e conseguir colocar as duas equipas no Top 15.


A prova foi ganha pela equipa Proslotcars.com, com uma óptima gestão de corrida, conseguindo um resultado inteiramente merecido.

O segundo lugar do pódio ficou para a equipa Clube Slotcar da Trofa II e o terceiro lugar para a equipa SCCL 1.



Tabela com os resultados finais, anotando-se as penalizações finais a diversas equipas pelo incumprimento do regulamentado quanto à altura dos pneus.




Os bravos da equipa Clube Slot de Braga Sport:

- Hugo Figueiredo;
- Filipe Gomes;
- Hugo Gomes;
- Pedro Correia;
- Carlos Alvim.




Os elementos das duas equipas do Clube Slot de Braga:

- Daniel Costa (em cima e à esquerda);
- José Eduardo;
- António Maia;
- Vítor Lopes;
- Emídio Peixoto;
- Hugo Gomes (em baixo à esquerda);
- Filipe Gomes;
-Hugo Figueiredo;
- Carlos Alvim;
- Pedro Correia.

12 comentários:

Emídio Rocha Peixoto disse...

Meus caros amigos e companheiros de equipas (sim as duas equipas não entraram em qualquer rivalidade... a não ser na parte da ingestão dos bolos, rissóis, bolinhos de bacalhau e panados que o Msia e o Filipe Gomes levaram para a prova!).
Quero deixar aqui expresso o prazer que me deu a concretização da ideia de participarem duas equipas do Clube Slot de Braga constituídas pelos seus associados.
A fórmula prometia e o resultado foi fantástico, não só pelo slot vivido, como pelo convívio que existiu nas boxes do CSB.
É verdade que a prova ficou e ficará para sempre marcada pela catastrófica escolha dos pneus por parte da organização... nunca pensei mandar andar devagar os meus companheiros de equipa... no entanto, o carro mostrou-se muito fiável, tal como o motor e os restantes componentes.
Uma palavra de agradecimento para o António Maia, o actual "Presidente" do Clube Slot de Braga e que concretizou um dos seus sonhos slotistas! Foi um director de equipa que se portou discretamente no início, mas que depois não descansou em prol das duas equipas do Clube Slot de Braga.
O Maia andou bem e conseguiu o feito de rodar em 9,000 segundos!
Outra palavra de grande apreço para os elementos da equipa CSB Smoke On - Vítor Lopes, José Eduardo e Daniel Costa.
O Vítor Lopes pilotou muito bem, de forma segura e poupando os pneus. Pistou diversas calhas seguidas e foi, como sempre, de uma animação sem igual!
O Daniel Costa foi matador quanto à poupança de pneus, cumprindo escrupulosamente as ordens de poupança de pneus. Fica-lhe o feito de conseguir fazer uma grande calha de pilotagem tendo acordado cerca de dois minutos antes!
O José Eduardo, o nosso Prof, foi magistral na afinação dos dois chassis utilizados pelas duas equipas. A sua capacidade de preparação revelou-se a todos os níveis, tendo ainda exibido elevadíssimos dotes de pilotagem, sendo, inequivocamente, um dos melhores pilotos que passou e passa na história do Clube Slot de Braga. Quanto à animação.. FANECA!
O Hugo, o Kikas, o Pedro Correia, o Filipe Gomes e o Hugo Gomes merecem uma palavra da minha parte... não segui a prova deles ao pormenor, mas a sua corrida foi muito inteligente, poupando os pneus e procurando levar o acrro até ao fim... o resultado foi um fabuloso 14.º lugar na geral final! Estão de parabéns!
Uma palavra mais para o meu amigo Paulo Mendes, que passou grande parte da noite nas nossas boxes a conviver com os amigos do Clube Slot de Braga a que pertence e pertencerá... para o ano vai conosco, pois já sabe que também sabemos andar em primeiro em provas de resistência de carácter nacional.
Espero, sinceramente, que todos tenham partilhado da alegria do Clube Slot de Braga.
Afinal, o slot é um hobby amador para todos nós, sendo uma paixão e uma desculpa para conviver!
Agora, com o 6.º e o 14.º lugar da geral tudo ficou ainda melhor!
Um grande abraço slotista,
Emídio.

Augusto disse...

Hummmm!!!?
Tás ta fazer ao Mendes....!

Miguel Queirós disse...

Boas.

Parabéns aos representantes do CSB pelos bons resultados.

Boas gatilhadas.

Morgado disse...

Parabéns malta!

Sem dúvida um excelente resultado numa prova duvidosa.

Será que no próximo ano vão ter de fazer gestão do kit de luzes?

lol

Abraço a todos e parabéns pela excelente representação do Clube.

Augusto disse...

Foi uma prova muito má. Antes de meio da prova tudo deixou de ter importancia:
- Cedo se verifcou que os pneus não chegariam,
- Cedo se soube que as equipas seriam penalizadas por uma falha (embora sem intenção)da organização. Bem sei que nos testes os penuus duravam cerca de 10 ou mais horas. Na prova alguns duravam 2 mangas, outros 3, outros quatro.
- Em continuação do item anterior,
existiam pneus de diferentes compostos
- Ainda em continuação, os pneus postos a disposição não tinham a ver com os referidos no regulamento e postos a venda a público.
- As penalizações não foram dadas a todas as equipas por falha da organização!?

Foi muito mau. A vontade era de ir embora quando os pneus de prova acabassem. Por respeito as outras equipas e ao nosso patrocinador ficamos. Sou da opinião que faltou uma certa falta de consideração pelo dinheiro inscrição, material, deslocações e falta ao trabalho na sexta-feira) e tempo (família e trabalho) dispendidos.

Muito mau tendo em atenção a tudo o que foi dispendido para a participação nesta prova.

Mota disse...

PARABÉNS.

Atendendo às excepcionais contingências, fizeram um brilharete.

Um abraço a todos

Daniel disse...

Boas, aqui deixo o meu comentario.
Em 1º quero dar os meus parabens aos vencedores e as equipas que lutaram até ao fim, dignificando a modalidade.
Em 2º dar os parabens ao carro vencedor da decoração mais bonita, estava muito bem concebida. Se o autor foi o Mota, redobro os meus parabens, se não foi ele, merece a honra de receber o prémio pela dedicação à modalidade e pelo verdadeiro espirito slotista.
Em 3º dar muitos parabens ao CSB Sport pela prova e qualificação obtida, tendo em conta a inexperência da maior parte dos pilotos neste tipo de provas e dos 10 aninhos do Hugo.
Em 4º dar tambem os parabens a equipa da Herdmar e em especial ao Zé Pedro pela qualificação.
Em 5º reconhecer que as vicissitudes da prova foram madastras para a equipa do GT team, uma grande equipa e uma das favoritas à vitoria.
Por fim uma palavra aos meus amigos e companheiros.
O Prof. preparou uma bomba super fiavel, obrigado pelo empenho,
O vitor pistou mais tempo este ano que nas outras provas todas juntas, obrigado pelo esforço
O Maia "Presidente" dedicou-se durante 2 meses para que nada falhasse as 2 equipas, obrigado pela dedicação,
O Emidio foi o nosso piloto "puntero", assumiu a responsabilidade e na ultima calha voou, afirmando-se para mim como um dos 3 melhores pilotos em prova, obrigado pela lição.

Quanto aos incidentes da prova, deixo para o expert os comentarios.

Um abraço, Daniel

Anónimo disse...

Ola
Apesar de estar longe fui seguindo a prestação das equipas do CSB por telemóvel, acreditem que algumas vezes as lágrimas me vieram aos olhos pois a saudade que sinto dos momentos passados com vocês era muito mais forte e dificil
de controlar.
Após ver a reportagem no blog enchi-me ainda mais de orgulho pela vossa prestação e senti que todos vós estão embebidos no espirito que desde o ano de 1976 existe no CSB, acima da modalidade a amizade.
Obrigado a todos, ninguem me leva a mal por mandar um abraço especial e um obrigado também
especial ao Maia.
Aproveito também para mandar um abraço ao Braga Slot Racing.
Espero brevemente abraçar e conviver com todos.
Um até já
A.Bernardino

drivethroughpt.blogpsot.com disse...

Boas

Em primeiro lugar gostaria de agradecer em nome da Clube Slot Braga Sport o trabalho do Professor José Eduardo na preparação do chassis, ao Daniel pela decoração da carroçaria e ao Maia pela logística toda envolvida nesta participação.

Em relação à participação da nossa equipa, éramos cinco elementos, que entre nós todos juntos, somávamos uma solitária participação por parte do Kikas, há uns anos valentes. Mesmo assim tentamos gerir a prova da melhor maneira, foi pena dois pequenos azares, nomeadamente a perda do parafuso dianteiro de aperto chassis-carroçaria que, ainda por cima, ficou encravado na calha, logo no segundo turno e a quebra do arco de segurança, devido a um toque de um pistador, que tivemos que repor. Pequenos azares, o do arco de segurança mais normal, o do parafuso menos, mas que nos custaram o 11º lugar que estava ao nosso alcance.

Augusto disse...

Obrigado Daniel,

Excelente Comentário.

Abraço
Augusto

Hugo Figueiredo disse...

Caros,

Venho de longe enviar o meu apreço pela iniciativa do CSB ao convidar-me a participar nas 24 Horas do Porto.

Como primeiro evento, mais do que o resultado final, importa referir que a inexperiencia da equipa neste tipo de provas foi possivel de superar com esforço e sacrificio de conduçao. Todos os elementos da equipa souberam mostrar maturidade na habituaçao a traçados novos, capacidade de adaptaçao às circunstacias dos pneus e capacidade de gestao da mecanica. Foi igualmente gratificante concluir a prova com apenas dois pormenores menores a ditarem visitas indesejadas à box (as visitas devido ao estado dos pneus sao outra questao). A conclusao da prova com os 6 jogos de pneus fornecidos foi conseguida somando estes factos.

Parabens à equipa Racing, se o resultado final foi identico ao do ano passado, chegaram a tar em discussao do lugares mais cimeiros.

Quero aqui deixar igualmente o meu agradecimento aos responsaveis pela logistica do CSB, nesse capitulo, irrepreensiveis.

No respeitante à equipa Sport, os meus parabens ao Pedro pela preparaçao da gestao da prova, ao Kikas pelo espirito de sacrificio quando foi necessario, ao Filipe pelo andamento muito correcto e ao Hugo Gomes por ter sabido transportar as nossas recomendaçoes para a sua conduçao.


Bem haja a todos e ate uma proxima aventura destas,

Hugo

Miguel Queirós disse...

Grande Bernardino! É com gosto que ouço notícias tuas. São grandes as saudades! Espero para breve uma visita tua.

Grande abraço!