segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Comparativo Rally Slot

Gata vs Ford Focus WRC

Kitten vs Ford Focus WRC

A equipa de Rally do Clube Slot de Braga não facilita nos treinos para o Rally que se avizinha, tendo optado por acrescentar um pequeno incentivo como forma de aumentar a rapidez do seu piloto do Ford Focus WRC.

Assim, soltou um felino em plena pista como forma de obrigar o seu piloto a manter a concentração!!! :))))

O resultado é fantástico para todos, adultos, miúdos e mesmo para a gata que adora perseguir os carros pela pista, sem dar mostras de cansaço... cansei-me eu primeiro.

Vejam a amostra...

video

É mesmo outra forma de viver o slot!

Troféu Turismo Junior 2009 - 2ª Prova

Troféu Turismo Júnior 2009
2ª Prova



Parque fechado da 2ª prova de Turismo Júnior


Segunda prova do Troféu Turismo Júnior, disputada na pista permanente do GT Team Slot Clube.

A prova teve a participação de 8 jovens pilotos, 3 dos quais estreantes no campeonato. Disputada em duas mangas, foi mais uma vez muito animada.

A primeira manga foi disputada pelos estreantes no campeonato Ricardo Frasco, Bruno Mendes e Nuno Maia e ainda por Pedro Cerqueira que repetiu a participação no campeonato. E foi precisamente o Pedro que levou a manga de vencida, obtendo também o 4º lugar na geral. Notou-se uma evolução na sua pilotagem, que lhe permitiu uma vantagem de 3 voltas para o estreante Ricardo. Ricardo, por sua vez, surpreendeu com uma pilotagem muito concentrada e uma gatilhada segura, que lhe permitiu o 5º lugar na geral. Era interessante observar a precisão dos pontos de travagem e o controlo no gatilho na negociação das curvas. Tem futuro este Ricardo! Bruno Mendes ficou a apenas uma volta de Ricardo. Uma condução segura e rápida, mas algumas imprecisões de gatilhada a ditar várias saídas. Certamente com um pouco de treino este jovem teria melhor resultado. Finalmente Nuno Maia, rápido mas pouco concentrado na pilotagem, terminou a 10 voltas do vencedor da manga.


Os concorrentes da 2ª manga concentrados na gatilhagem

A segunda manga foi disputada por Hugo Gomes, João Queirós, César Amorim e Simone Amorim, todos a repetirem a participação no campeonato. Hugo Gomes voltou a demonstrar uma condução rápida, calma e precisa, com poucas saídas para levar de vencida a manga e a geral, com 7 voltas de vantagem para o segundo classificado. O segundo lugar foi para César Amorim, que manteve uma disputa animada com João Queirós no início da prova, mas várias saídas deste acabaram por ditar uma diferença de 6 voltas no final da manga. A quarta classificada da manga foi a jovem Simone Amorim. Uma condução rápida mas muito relaxada que provocou inúmeras saídas, comprometendo um bom lugar final.


O pódio final da 2ª prova, com Hugo Gomes ladeado por César Amorim e João Queirós

No final os participantes demonstravam uma grande animação, sinal de diversão garantida!

A animação da pequenada no final da prova!

Próximo Sábado nova corrida, desta feita na pista do Clube de Slot de Braga.
Esperamos por todos!

Para aceder aos resultados do campeonato, siga o seguinte link:

sábado, 26 de setembro de 2009

Campeonato Clássicos Le Mans 2009 - 2.ª Prova


Campeonato
Clássicos Le Mans 2009

2.ª prova
25 de Setembro de 2009


Realizou-se na passada Sexta-feira, dia 25 de Setembro de 2009, a 2.ª prova do Campeonato Clássicos Le Mans 2009, campeonato organizado conjuntamente pelo Clube Slot de Braga e pelo GT Team Slot Clube.

Um recheado e colorido parque fechado

A 2.ª prova decorreu na pista do Clube Slot de Braga, com dezoito pilotos inscritos que fizeram alinhar mais uma vez uma multiplicidade de modelos que permitiu formar um parque fechado de sonho.

Miguel Queirós durante as verificações técnicas

O "nosso" Miguel Queirós assumiu a direcção técnica da prova, encarregando-se das verificações técnicas dos veículos inscritos.

A qualificação realizou-se na calha branca, tendo o Emídio Peixoto averbado o tempo mais rápido, seguido do Augusto Amorim e do Vítor Lopes.

Hugo Figueiredo controlando o sistema de cronometragem

Momento da escolha das calhas. Na fotografia é possível visionar o Hugo Figueiredo a prestar uma valiosa colaboração na inserção dos nomes dos pilotos no computador e na organização das mangas.

Escolhidas as calhas, iniciaram-se as hostilidades, com despiques particulares a animar a corrida, nomeadamente entre o Kikas e o Rui Loureiro, com vantagem para este último.

Pilotos da 1ª manga:
João Silva;
Hugo Gomes;
Kikas;
Pedro Correia;
Domingos Calado;
Rui Loureiro.

O destaque nesta manga vai para a segurança e rapidez imposta pelo Rui Loureiro, bem como a boa prestação do pequeno Hugo Gomes e do João Silva. Este último correu com um Lola emprestado pelo Paulo Mendes e surpreendeu tudo e todos com os tempos conseguidos.

Carros que alinharam para a primeira manga.

O Pedro Correia correu com muito fair play, nomeadamente para os pistadores...
Quanto ao Domingos Calado, o mesmo sofreu um problema mecânico que o arredou de qualquer possibilidade de acompanhar os restantes pilotos.

A segunda manga foi muito interessante de acompanhar, demonstrando um Rui Mota sempre muito rápido e seguro a liderar as hostilidades.

Pilotos da 2.ª Manga:
Filipe Gomes;
Rui Mota;
António Maia;
Daniel Costa;
Miguel Queirós;
Filipe Vilas Boas.

Entretanto o Daniel Costa debatia-se com problemas de alimentação, acabando por resolver o problema e entrar num ritmo verdadeiramente diabólico que lhe permitiu vencer a manga com a vantagem mínima sobre o Rui Mota.

Carros que alinharam na segunda manga

Interessante foi ver os tempos canhão que o Miguel Queirós conseguiu averbar com o Ferrari 512 S Coda Lunga, conseguindo rodar com tempos da ordem dos 9,300 segundos.

O António Maia exibia um Ferrari 512 S Coda Lunga muito rápido também, embora com alguns problemas de estabilidade que determinaram alguns despistes.

Bonita imagem dos dois Ferrari que rodaram juntos na última volta.

Os dois Filipes entregaram-se a uma luta intensa, chegando a andar sempre na mesma volta. No fim o Filipe Gomes acabou por conseguir vantagem.


Carros que alinharam na terceira manga

Pilotos da 3.ª manga:
Eduardo Carvalho;
Vítor Lopes;
Augusto Amorim;
Emídio Peixoto;
Hugo Figueiredo;
e Paulo Mendes.

O Hugo Figueiredo debateu-se desta vez com problemas de estabilidade do seu Ferrari, tendo registado algumas saídas que comprometeram qualquer aspiração à vitória.
Fruto de um motor a dar problemas de arranque, o Emídio ficou desde logo arredado da luta pela vitória logo na primeira calha.
O Eduardo Carvalho corria com carro emprestado e mostrava uma habituação cada vez maior ao mesmo, não obstante não conseguir lutar pela vitória.
E assim, a luta ficou reduzida a três pilotos -Augusto, Vítor e Mendes -, os quais realizaram um despique fantástico até ao final.

No arranque da última calha estava tudo em aberto, com o Augusto a gozar de uma magra vantagem.
O Vítor Lopes forçou o andamento, mas uma saída de pista comprometeu a aspiração à vitória.
O Augusto Amorim fez tudo para sobreviver na calha preta, acabando por perder a liderança nos segundos finais, logrando o Paulo Mendes conseguir a vitória por um escasso metro (por pouco havia empate no primeiro lugar...).

Pódio da 2.ª Prova:
1.º Paulo Mendes;
2.º Augusto Amorim;
3.º Vítor Lopes.

Os carros dos três primeiros, com destaque para o Ferrari 512 S do Paulo Mendes.

No final das verificações técnicas dos três primeiros classificados, os pilotos já estavam a "repor a camada adiposa", entregando-se às deliciosas tostas mistas feitas pelo Filipe e pelo Eduardo.

Todos os pilotos estão de parabéns pelo colorido e animação que emprestaram a mais uma prova de um campeonato de sucesso em Braga.
O Clube Slot de Braga endereça igualmente os parabéns aos três pilotos que ocuparam o pódio da prova.
A próxima prova decorrerá na próxima Sexta-feira, na pista do GT Team Slot Clube.

Espera-se novamente uma grande afluência de pilotos e público.

Para aceder aos resultados das provas e classificação geral do campeonato, clique aqui.

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Campeonato Clássicos Americanos 2009 - 1.ª Prova


Campeonato Clássicos Americanos

1.ª Prova

19 de Setembro de 2009



Decorreu no passado dia 19 de Setembro de 2009, nas instalações do Clube Slot de Braga, a primeira prova do Campeonato Clássicos Americanos.





Compareceram sete pilotos em prova, os quais fizeram alinhar máquinas de colorido muito diverso.

A vitória coube ao José Pedro, o qual se impôs ao Rui Mota e ao Augusto Amorim, arrecadando o primeiro triunfo da sua carreira slotista.



Pódio da prova:
1.º José Pedro;
2.º Rui Mota;
3.º Augusto Amorim.

Classificação final da prova:


1.º - José Pedro - Chevrolet Corvette
2.º - Rui Mota - Ford Mustang
3.º - Augusto Amorim - Chevrolet Camaro
4.º - Rui Loureiro - Chevrolet Corvette
5.º - Pedro Correia - Chevrolet Camaro
6.º - Frasco Leite - Chevrolet Camaro
7.º - Filipe Gomes - Ford Mustang

A próxima prova decorrerá nas instalações do GT TEAM SLOT CLUBE no próximo Sábado, dia 26 de Setembro de 2009.

Para uma reportagem mais alargada poderá consultar o blogue do GT TEAM SLOT CLUBE no seguinte link:
http://gtteamslotclube.blogspot.com/2009/09/classicos-americanos-1-jornada.html

Poderá consultar os resultados da prova e do campeonato no seguinte link:

http://spreadsheets.google.com/ccc?key=0AmgkI8r3PHFBdFdCNEYxQW5mUnlBSThPaXRjaWtzR1E&hl=pt_PT

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Troféu Turismo Júnior 2009 - 1ª Prova

Troféu Júnior 2009

Clube Slot de Braga - GT Team Slot Clube


Vitória do Hugo Gomes!


Decorreu no passado Sábado, dia 19 de Setembro, a primeira prova do Troféu Júnior, um campeonato dedicado aos mais pequenos associados dos dois clubes de Braga.

Pódio dos carros que alinharam na prova

Hugo Gomes levou de vencida os restantes concorrentes na primeira prova do Troféu Júnior 2009, valendo-se da sua maior experiência competitiva, bem como do seu melhor conhecimento do traçado da pista do Clube Slot de Braga.



A alegria dos participantes no final da prova!!!

A prova contou com fantásticos participantes, os quais representam o futuro do slot bracarense.


Para uma reportagem mais alargada aceda ao blogue do GT Team Slot Clube no link:


http://gtteamslotclube.blogspot.com/2009/09/taca-juvenil.html


Poderá consultar os resultados da prova e do campeonato no seguinte link:
http://spreadsheets.google.com/ccc?key=0AmgkI8r3PHFBdDIyOHBvbzZNUXFGdHJSNXlFRHZydlE&hl=pt_PT

domingo, 20 de setembro de 2009

Campeonato Clássicos Le Mans 2009 - 1ª Prova




Campeonato
Clássicos Le Mans
2009


Clube Slot de Braga

GT Team Slot Clube




Decorreu na passada Sexta-feira, dia 18 de Setembro, nas instalações do GT-TEAM SLOT CLUBE, a primeira prova deste campeonato organizado conjuntamente com o CLUBE SLOT DE BRAGA.



A prova contou com 19 participantes, os quais fizeram alinhar uma diversidade de modelos que deu um colorido ímpar à prova.









Parque fechado





Briefing antes do ínicio da prova



A direcção técnica da prova ficou a cargo do Rui Mota, o qual foi assessorado pelo Miguel Queirós. Ambos demonstraram a sua habitual atitude isenta e de muito rigor.





Miguel Queirós e Rui Mota nas verificações técnicas


A qualificação decorreu na calha branca, tendo o Hugo Figueiredo averbado a pole position, seguido do Augusto Amorim e do Daniel Costa.



video


Qualificação do Domingos Calado.






Pilotos da 1.ª Manga


A primeira manga foi ocupada pelos pilotos Rui Loureiro, Miguel Queirós, Francisco Matos, Vítor Lopes, Filipe Vilas Boas, Pedro Correia e João Silva (da esquerda para a direita).




Carros da 1.ª Manga

video

Filme do início da 1.ª Manga







Pilotos da 2.ª Manga


Na segunda manga alinharam os pilotos Nuno Aguilar, Paulo Mendes, Kikas, Domingos Calado, Filipe Gomes e Chiquinho (da esquerda para a direita).







Carros da 2.ª manga


O Porsche 908 do Kikas e o Ferrari 512 S do Paulo Mendes.




Pilotos da 3.ª Manga


Na terceira e última manga alinharam os pilotos Rui Mota, Emídio Peixoto, Augusto Amorim, Hugo Figueiredo, Daniel Costa e António Maia (da esquerda para a direita).







Carros da 3.ª manga




A terceira manga foi intensamente disputada, com destaque para o Hugo Figueiredo, o qual apresentou um P4 muito equilibrado e, pilotando com muita garra, logrou aguentar o pressing final do Augusto Amorim e do Emídio Peixoto.





O Ferrari P4 do Hugo em destaque.


O Hugo Figueiredo está de parabéns pela sua brilhante vitória, demonstrando ter levado a sério a preparação para esta prova, sendo, claramente, o piloto a "abater" na próxima prova.

O segundo destaque vai para a luta entre o Emídio e o Augusto, os quais acabaram empatados no número de voltas e de metros, com uma ligeira vantagem para o primeiro no "photo finish". No entanto, a organização optou por manter o empate por recurso apenas ao número de voltas e aos metros.




Imagem do final da última calha da última manga, sendo possível visionar a pequena vantagem do Porsche 917K do Emídio relativamente ao Ford GT40 do Augusto, embora tendo terminado com o mesmo número de metros.

O terceiro destaque vai para o Filipe Gomes, o qual apresentou um andamento fora de série, com poucos despistes, o que lhe permitiu ficar à frente do seu "eterno rival", o Domingos Calado, e conquistar um brilhante décimo primeiro posto da geral.





O Filipe Gomes estava radiante com a sua prestação






Classificação Final da primeira prova:

1º - Hugo Figueiredo - Ferrai 312 P4 (Superslot) - 205,8 voltas
2º - Augusto Amorim - Ford GT 40 (Fly) - 203,8 voltas
2º - Emídio Peixoto - Porsche 917 (Fly) - 203,8 voltas
4º - Daniel Lima - Porsche 917 (Fly) - 200,11 voltas
5º - Rui Mota - Porsche 917 (Fly) - 198,8 metros
6º - Paulo Mendes - Ferrari 512 S (Fly) - 197,9 voltas
7º - António Maia - Ferrari 512 S Cauda Longa (Fly) - 193,30 voltas
8º - Kikas - Porsche 908 (Fly) - 193,19 voltas
9º - Francisco Matos (filho) - Ferrari 312 P4 (Superslot) - 186,22 voltas
10º - Vítor Lopes - Porsche 917 (Fly) - 186,12 voltas
11º - Filipe Gomes - Porsche 908 (Fly) - 185,21 voltas
12º - Domingos Calado - Porsche Carrera 6 (Fly) - 181,31 voltas
13º - Nuno Aguilar - Porsche 917 (Fly) - 181,23 voltas
14º - Rui Loureiro - Porsche 908 (Fly) - 175,21 voltas
15º - Francisco Matos (pai) - Lola T70 (Fly) - 172,26 voltas
16º - Filipe Vilas Boas - Ford GT 40 (Fy) - 170,22 voltas
17º - Pedro Correia - Porsche 908 (Fly) - 165,7 voltas
18º - João Silva - Ford GT 40 (Superslot) - 155,19 voltas
19º - Miguel Queirós - Ferrari 512 S Cauda Longa - 154,9 voltas







Pódio:
1.º Hugo Figueiredo;
2.º Emídio Peixoto;
2.º Augusto Amorim.




Pódio dos carros





Alinhamento final - digno de uma prova de Le Mans!!


A segunda prova decorrerá na pista do Clube Slot de Braga na próxima Sexta-feira, dia 25 de Setembro de 2009.

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Campeonato Clássicos Americanos 2009


Arranca este próximo Sábado, dia 19 de Setembro, o Campeonato Clássicos Americanos 2009.

A primeira prova decorrerá nas instalações do CSB, a partir das 16H00, sendo as seguintes disputadas em alternância na pista do GT Team.

Serão utilizados os modelos do fabricante Scalextric / Superslot que representam alguns dos mais famosos "Pony cars" norte americanos.

Antecipa-se um campeonato muito emotivo e disputado. O nível de preparação permitido é mínimo, para que os dotes de pilotagem possam ser evidenciados ao máximo.

O regulamento está disponível em:

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Troféu Turismo Junior 2009


Tem início já este próximo fim de semana o troféu para iniciação dos mais pequenos à competição em slot cars.

As provas são organizadas conjuntamente pelo CSB e GT Team e serão disputadas nas pistas permanentes de ambos os clubes.

O calendário é o seguinte:

- 19 de Setembro de 2009 (CSB);
- 26 de Setembro de 2009 (GT Team);
- 03 de Outubro de 2009 (CSB);
- 10 de Outubro de 2009 (GT Team).


O regulamento técnico está disponível online em:

Campeonato Clássicos Le Mans 2009

(Clique na imagem para aumentar)

Calendário do Campeonato:

- 18 de Setembro de 2009, na pista do Gt Team Slot Clube;
- 25 de Setembro de 2009, na pista do Clube Slot de Braga;
- 02 de Outubro de 2009, na pista do Gt Team Slot Clube;
- 09 de Outubro de 2009, na pista do Clube Slot de Braga.

As provas têm início às 21h00

Poderá consultar o Regulamento Técnico do Campeonato no seguinte link (actualizado em 16 de Setembro):
http://docs.google.com/View?id=dgct3vw9_133tm37p93k

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Regresso às corridas

A competição está de regresso ao Clube de Slot de Braga!

Depois da pausa para as merecidas férias, regressam em força as provas de slot. Pela actividade registada no defeso, é de esperar o regresso de vários ex-praticantes para dar ainda mais animação às corridas.

Inicia-se uma nova fase de competição, com a realização de provas em colaboração com o GT Team. A realização de provas será alternada entre as instalações dos dois núcleos.
O calendário de provas até ao final do ano pode ser consultado no seguinte link:

As categorias que irão dar início a este calendário conjunto são as seguintes:

Sexta feira, 18 de Setembro
Clássicos Le Mans - o regulamento é baseado no da animada prova de resistência realizada no CSB no início de Julho; no essencial serão utilizados minimodelos com motor transversal de veículos participantes em Le Mans até 1974. O regulamento permite muitas melhorias de modo a tornar estas belezas autênticas máquinas de velocidade. Prevê-se um campeonato animado e colorido com belos minimodelos.

Regulamento:


Sábado, 19 de Setembro
Troféu Júnior - Torneio para iniciação de jovens na competição slot. A idade máxima dos participantes é de 14 anos. Os minimodelos a utilizar representam veículos do WTCC e serão do fabricante SCX, sem iman (iniciação à verdadeira competição slotcar!)

Regulamento:

Troféu Clássicos Americanos - Torneio de iniciação, mas aberto a todas as idades. Os modelos a utilizar representam clássicos de construtores americanos e serão do fabricante Scalextric.

Regulamento:


Actualizção em 16 de Setembro:
Os regulamentos técnicos estão na versão definitiva.
Consultar também o Regulamento Desportivo:



quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Uma volta à pista do CSB

No regresso à competição, após o período de férias, nada como relembrar como deve ser feita uma volta à pista do CSB. Por Hugo Figueiredo.

A actual pista do CSB foi reaberta em Abril. A forma anterior foi globalmente conservada, apenas com aumentos de algumas secções rectas e a completa reestruturação da última curva.

A pista é de material Carrera à escala 1:24, com 6 calhas identificadas por cores, com um perímetro médio de 40 metros, com um total de 8 curvas. A alimentação é providenciada por 6 transformadores DS (… modelo?), regulados a 15 Volt. O sistema de contagem de tempo e voltas é da responsabilidade de um sistema DS-300.


Traçado da pista do CSB

Uma volta à pista do CSB:

A pista do CSB apresenta a maior secção recta de todas as pistas permanentes em Braga, com uma recta de 9,25 metros. Os carros são geralmente afinados com relações “longas” para tirar proveito desta secção. A força de travagem é relativamente forte em todo o perímetro, o que facilita o recurso às relações longas.

A Curva 1 aguarda os pilotos à saída desta secção recta, onde as velocidades são mais elevadas. É uma curva simples com 90 º de arco, virando à esquerda. As peças que constituem as calhas interiores são das de menor raio. As calhas exteriores (“branca” e “preta”) necessitam apenas de travagem ligeira na maior parte dos casos, dependendo dos modelos em questão. As calhas interiores (“azul” e “amarela”) necessitam de maior distância de travagem, mas este ponto da pista é favorável a quem defende a posição em pista numa calha mais interna.


Curva 1

Saindo da Curva 1, entra-se na recta das “boxes”, a zona onde é permitida a assistência aos modelos por parte dos concorrentes. Esta é uma secção curta com cerca de 2 metros e que conduz a uma das zonas mais importantes em termos de tempo de volta, os “esses” (Curva 2 e 3).

Os “esses” são formados por uma curva à esquerda de raio largo, com 240 º de arco (Curva 2), mudando de direcção para uma curva à direita de raio estreito, com 150 º (Curva 3). As calhas do meio podem ser feitas a velocidade quase constante, mas o real desafio são as calhas internas e externas, em que é necessário controlar a velocidade na mudança de direcção. Esta é acompanhada de uma mudança de raio, o que obriga a variar bruscamente de velocidade (pode ser uma entrada rápida com saída lenta, ou o oposto, dependendo das calhas).

Os "esses"

Saindo dos “esses”, os modelos passam na recta paralela à recta principal. Esta é a segunda maior secção recta da pista, com quase 4 metros de comprimento. Este facto torna a aproximação à Curva 4 mais complicada.

A Curva 4 é uma curva à direita com um arco de 120 º e raio mais curto nas calhas interiores (“branca” e “preta”). A velocidade a que os modelos chegam é o principal obstáculo a contornar. Esta secção apresenta algumas irregularidades do piso, o que testa eficazmente a estabilidade dos modelos.

Curva 4

Segue-se mais uma curta secção recta, com cerca de 2 metros, que lança os modelos para a Curva 5, o único “gancho” de 180 º, efectuado para a esquerda. O raio é apertado, mas a curva não apresenta grandes desafios aos pilotos, sendo que a maior parte dos despistes seja devida a exageros da parte dos pilotos.

Curva 5

Segue-se outra secção muito importante e mais exigente em termos de técnica. A Curva 6 fica no seguimento da única secção recta com inclinação. Esta curva fica no final da subida e a mudança súbita de inclinação provoca instabilidade nos bólides. A Curva 6 tem 120 º de arco e tem raio apertado. Aliada à mudança de inclinação, os pilotos adoptam mais cautelas nesta zona. Outro facto é a colocação dos comissários de pista numa zona mais distante desta curva, para que não haja prejuízo de visibilidade dos pilotos, o que penaliza grandemente o tempo de volta, em caso de despiste.

Curva 6

Saindo da Curva 6, depois de mais uma curta secção recta, os pilotos terão de passar pela Curva 7, uma exigente curva à direita com 270 º de arco e raio variável, sendo feita com inclinação descendente. A variação de raio ao longo da curva, aliada à variação em altura, obrigam a um carro muito estável para poder passar rapidamente nesta secção.

Curva 7

A saída da Curva 7 passa por um curto túnel, cuja saída ocorre bastante distante da Curva 8, o que não acarreta problemas de visibilidade. Esta curva também apresenta raio variável, sendo larga na entrada e mais apertada na saída. As distâncias de travagem são bastante curtas na entrada desta curva e os pilotos limitam-se a dosear o gatilho na mudança de raio. As calhas interiores não apresentam grande tracção e alguns modelos podem até atravessar ligeiramente durante a curva para poder conseguir um melhor tempo de volta.

O túnel


Curva 8

Saindo da curva, os modelos terão novamente à sua frente a grande recta principal, entrando noutra volta. Não sendo uma pista com muitas curvas, cada uma delas tem uma natureza diferente. O segredo para um bom tempo de volta passa por dominar os requisitos de cada uma.


Tradução de Hugo Figueiredo.

Artigo original disponível em:

http://slotcardriverlog.blogspot.com/2009/08/presenting-csb-slot-track.html