domingo, 31 de janeiro de 2010

Troféu Opel Corsa Sloter - 4.ª Prova


Troféu Opel Corsa Sloter 2010

4.ª Prova


Na passada Sexta-feira, dia 29 de Janeiro de 2010, decorreu a quarta prova do animado Troféu Opel Corsa Sloter 2010, organizado conjuntamente pelo Clube Slot de Braga e pelo GT Team Slot Clube.
A prova contou com onze participantes, tendo sido notada a falta de alguns pilotos habituais, certamente pelo facto de, há mesma hora, decorrer o jogo de futebol Braga-Sporting, o qual terminou com a vitória do nosso glorioso Sporting Clube de Braga.
Parque Fechado
A qualificação decorreu na calha verde, o que desde logo permitiu notar que o Augusto Amorim, mais uma vez, apresentava em prova um carro muito bem equilibrado e rápido, conseguindo com facilidade conquistar a pole position com o tempo canhão de 9,482 segundos.
Só para notarem a diferença, o segundo classificado averbou o tempo de 9,678 segundos.
Pilotos que alinharam na primeira manga:
- Filipe Vilas Boas;
- Miguel Queirós;
- Daniel Costa;
- Paulo Mendes;
- Hugo Figueiredo;
- Pedro Correia
Carros que alinharam na primeira manga
A primeira manga foi conquistada com alguma facilidade pelo Paulo Mendes, seguido de perto pelo Daniel Costa e pelo Miguel Queirós, os quais lograram ultrapassar o António Maia, fruto dos inúmeros problemas de estabilidade sentidos.
Carros que alinharam na segunda manga
A segunda manga foi um verdadeiro recital do Augusto Amorim, com uma condução limpa e sempre muito rápida, sabendo ceder quando presente numa calha mais lenta e atacar a fundo quando numa calha rápida. Conseguiu com muito mérito a segunda vitória deste Troféu.
A surpresa veio do Emídio Peixoto, o qual, correndo com o seu carro intitulado "factor X", conseguiu mesmo ser o "factor X" do Troféu, interpondo-se entre o Augusto e o Luís Azevedo e baralhando as contas do campeonato, desta vez a favor do Augusto. Ao Luís Azevedo restou o terceiro lugar, sem qualquer hipótese de acompanhar o andamento do Augusto e do Emídio.
O quarto lugar foi ocupado pelo Vítor Lopes, o qual não conseguiu encontrar o seu habitual ritmo de condução e acabou por claudicar com muitos despistes.
Pódio da 4.ª Prova:
1.º Augusto Amorim;
2.º Emídio Peixoto;
3.º Luís Azevedo.

Resultados da 4.ª Prova:
1.º Augusto Amorim - 183,31 voltas
2.º Emídio Peixoto - 181,28 voltas
3.º Luís Azevedo - 179,35 voltas
4.º Vítor Lopes - 176,29 voltas
5.º Paulo Mendes - 174,35 voltas
6.º Daniel Costa - 171,18 voltas
7.º Miguel Queirós - 171,06 voltas
8.º António Maia - 167,35 voltas
9.º Hugo Figueiredo - 166,07 voltas
10.º Filipe Vilas Boas - 165,28 voltas
11.º Pedro Correia - 148,07 voltas.
.
Para visionar os resultados completos da prova aceda ao seguinte link:
.
As contas do campeonato viraram completamente a favor do Augusto Amorim, fruto da intromissão do "factor X". Assim, o Troféu é agora liderado pelo Augusto Amorim com a vantagem de dois pontos sobre o Luís Azevedo.
.
.
Aqui ficam mais umas imagens das belas decorações apresentadas em prova e dos novos patrocinadores.

A próxima prova decorrerá nas instalações do Gt Team Slot Clube na próxima Sexta-feira.

Todos estão convidados para comparecer e participar.

sábado, 30 de janeiro de 2010

Rally de Monte Carlo 2010






Rally de Monte Carlo 2010





Decorreu no passado Sábado, dia 30 de Janeiro de 2010, a segunda prova do Campeonato Regional de Rally organizado conjuntamente pelo Clube Slot de Braga e pelo GT Team Slot Clube.




Imagem dos Troféus do Rally de Monte Carlo




A Direcção Técnica da prova ficou a cargo do Hugo Figueiredo, o qual merece os parabéns pelo seu óptimo desempenho.




Imagem do Parque Fechado



A prova decorreu nas instalações do GT Team Slot Clube e contou com quinze participantes, os quais fizeram alinhar diversos modelos de diversas marcas, nomeadamente, na categoria "rainha" WRC.


A primeira nota de destaque vai para a grande inversão na escolha dos modelos de topo.



Com efeito, se no Rally dos Reis Magos a grande maioria dos pilotos optou pelo Citroen Xsara Pro da SCX, no Rally de Monte Carlo surgiu uma verdadeira armada de Peugeot 207 da Avant Slot e devidamente afinados.

Tal escolha levou desde logo a um óptimo resultado: um grande equilíbrio entre todos os concorrentes, o que beneficiou o espectáculo a todos os níveis.

No entanto, o Citroen Xsara Pro, desde que devidamente afinado, ainda demonstra grandes qualidades competitivas.


Importa agora apresentar, antes de mais, as duas fantásticas qualificativas montadas pela organização na manhã do dia da prova e, assim, sem possibilidade de qualquer treino prévio.



Ao Hugo Figueiredo coube o design e montagem da PEC 1, uma classificativa muito técnica e que deu muitas dores de cabeça a todos os concorrentes, contando com muitos pontos "quentes" e com duas curvas de gelo que levaram muitos pilotos ao despiste.


Imagem da PEC 1




Outra perspectiva da PEC 1


Ao Emídio Peixoto coube o design e montagem, com a preciosa ajuda do Augusto Amorim e do José Pedro Vieira, da PEC 2, a famosa ascensão ao Col de Turini, uma classificativa mítica do verdadeiro Rally de Monte Carlo, nomeadamente pelas suas curvas apertadas e de inclinação acentuada, bem como pelo gelo presente na pista.







Aproveitando uma aberta no tempo, a organização conseguiu captar uma imagem do alto do Col de Turini, a 1607 metros de altitude acima do nível do mar








Uma parte da subida ao Col de Turini





Não havia que enganar, pois o caminho estava assinalado...







Imagem da parte mais inclinada da classificativa



A PEC 2 foi demolidora, permitindo a alguns pilotos cavar grandes vantagens ou então perder valiosos segundos para a concorrência, tendo sido acolhida pelos pilotos como a melhor classificativa dos últimos tempos.

Quanto ao Rally em si, importa referir que a grande surpresa do Grupo Clássicos SCX foi o segundo lugar conquistado pelo Paulo Mendes... não pelo piloto, pois esse já deu provas e é consagrado, mas pelo carro com que alinhou - o Mercedes que surge no início deste post - e com o qual deu uma "grande tareia" nos Alpine Renault da concorrência.

O único que não se intimidou com o andamento do Mercedes do Paulo Mendes foi mesmo o Emídio Peixoto, o qual conquistou a vitória com 16 segundos de vantagem, aos comandos de um Renault Alpine.


O terceiro lugar, a oito segundos de distância do Paulo Mendes, foi conquistado pelo José Pedro Marques, o qual tem mostrado grandes dotes ao nível das provas de Rally, sendo uma esperança face à sua menor idade.


3.º Classificado do Grupo Clássico SCX - José Pedro Marques





2.º Classificado do Grupo Clássicos SCX - Paulo Mendes







1.º Classificado do Grupo Clássicos SCX - Emídio Peixoto



A entrada em prova das máquinas do grupo WRC era aguardada com expectativa, pois os pilotos tinham feito uma grande aposta durante a semana com a aquisição de diversos Peugeot 207 da Avant Slot, tamanha foi a superioridade deste modelo no primeiro Rally da temporada.



E a primeira PEC não desiludiu as expectativas, com os pilotos de topo a rodar no segundo 57, no segundo 59 e no segundo 60, ou seja, com menos de três segundos de diferença.

A luta foi intensa até ao fim, tendo inclusivamente o Emídio Peixoto penalizado 5 segundos na última PEC ao forçar o andamento e não conseguir parar dentro da zona estabelecida.


A penalização levou-o a utilizar a máquina de calcular...

No final, a vantagem acumulada permitiu-lhe arrecadar a segunda vitória do Campeonato Regional de Rally, aos comandos de um Peugeot 207 da Avant Slot, mas desta vez com menos de seis segundos de vantagem para o segundo classificado.

O segundo classificado foi um fantástico Augusto Amorim, o qual estreou o seu novo Peugeot 207 da Avant Slot e demonstrou mais uma vez que é igualmente rápido em provas de Rally. Na segunda etapa destronou o Luís Azevedo da segunda posição e não mais a largou, chegando mesmo a ameaçar o primeiro lugar.


Quanto ao terceiro lugar, o mesmo ficou entregue ao Luís Azevedo, o qual igualmente estreou o seu novo Peugeot 207 da Avant Slot.


Anota-se o grande azar do Paulo Mendes, o qual, ocupando o quarto lugar da geral no final da primeira etapa, viu a cremalheira soltar-se e não conseguir terminar a PEC 4, penalizando com o tempo máximo.




3.º Classificado do Grupo WRC - Luís Azevedo







2.º Classificado do Grupo WRC - Augusto Amorim








1.º Classificado do Grupo WRC - Emídio Peixoto







Imagem do carro vencedor do Rally de Monte Carlo 2010




Para visionar os resultados completos do Rally de Monte Carlo 2010 aceda ao seguinte link:





video



Vídeo da ascensão ao Col de Turini


AGRADECIMENTOS:

No fim da prova todos ajudaram a arrumar, especialmente o Augusto Amorim, o Filipe Gomes, o José Pedro Vieira, o Hugo Figueiredo e o Emídio Peixoto, associados que merecem uma menção especial pelo esforço despendido antes, durante e após o Rally. Aqui ficam duas fotografias dos espaços já devidamente "limpos" de duas fantásticas e memoráveis pistas, embora efémeras como um castelo de areia.






A Ana Rita merece uma nota de destaque por ter desempenhado brilhantemente as funções de Comissária de Pista na PEC 2.

Resta apenas agradecer ao Daniel Costa por ter cedido o seu sistema DS, ao Vítor Lopes por ter fornecido as suas peças Ninco para a construção de uma PEC e ao António Correia por ter cedido as suas peças de gelo da Ninco.

CURIOSIDADES:

Vejam lá se notam as diferenças nas seguintes fotografias... um ganhou o Rally de Monte Carlo 2010 e o outro não!














A terceira prova do Campeonato Regional de Rally será no dia 6 de Março de 2010 e decorrerá nas instalações do Clube Slot de Braga.

Compareçam, pois o espectáculo é garantido!!!

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Rally de Monte Carlo 2010










RALLY DE MONTE CARLO 2010



É já no próximo Sábado que o Gt Team Slot Clube e o Clube Slot de Braga organizam a segunda prova do Campeonato de Rally 2010.




O Rally de Monte Carlo decorrerá nas instalações do Gt Team Slot Clube e irá ser disputado em classificativas muito técnicas e divertidas.


Aqui ficam as imagens dos troféus em disputa...



Troféus do Rally de Monte Carlo 2010




Troféus do Grupo Clássicos SCX



Troféus do Grupo WRC



Troféu Júnior