domingo, 10 de janeiro de 2010

Rally dos Reis Magos 2010



Rally dos Reis Magos




9 de Janeiro de 2010




.
Decorreu no passado Sábado, dia 9 de Janeiro de 2010, a primeira prova do Campeonato de Rally 2010, organizado pelo Clube Slot de Braga em parceria com o GT Team Slot Clube.
.


.


Imagem dos bonitos troféus da prova - os três Reis Magos.


.




Pormenor dos Troféus
.

Esta prova foi organizada em tempo recorde, com as pistas a serem montadas na manhã do próprio dia da prova com a preciosa ajuda do Hugo Figueiredo, Emídio Peixoto, Filipe Gomes e Eduardo Carvalho. Ficou assim definitivamente afastada a célebre boca de que os troços foram alvo de intensos treinos por parte da organização.


Desde já fica o agradecimento ao Vítor Lopes e ao António Maia pela cedência das peças necessárias para a montagem dos troços, bem como ao Daniel Costa pelo empréstimo de um sistema DS Rally para cronometrar um dos troços.


Agradece-se igualmente a prestimosa colaboração do Pedro Correia, o qual preparou toda a documentação e fez uns fantásticos dorsais que abrilhantaram os veículos no decurso da prova.


Foram criadas duas classificativas com inúmeras dificuldades técnicas, conforme é possível apreciar nas fotografias abaixo publicadas.

.








.


A prova iniciou-se com o grupo PWRC, grupo que registou o maior equilíbrio e grande indefinição quanto ao pódio até ao final, uma vez que o mesmo terminou com escassa diferença entre os primeiros.
.




Alinhamento do grupo PWRC para a primeira classificativa

.



O grupo PWRC foi o que registou a maior diversidade de modelos em competição, alinhando três Subaru (dois da Ninco e um da SCX), dois Citroen C4 da Ninco, um Ford Focus da Ninco, três Peugeot 307 (dois da Ninco e um da SCX) e um Hiunday Coupé da Cartrix.
.
A vitória no grupo PWRC coube ao Augusto Amorim, o qual demonstrou grande contentamento afirmando ser a sua primeira vitória numa prova de Rally.
.




A fotografia demonstra o grande contentamento do Augusto Amorim.


.




O segundo lugar da prova foi ocupado merecidamente pelo Luís Azevedo, o qual apresentou em prova um Subaru muito bem afinado.

.


O último lugar do pódio coube ao Emídio Peixoto, aos comandos de um Citroen C4 que sentiu muitas dificuldades de adaptação aos troços montados.

.

.

Classificação final do Grupo PWRC:
1.º Augusto Amorim - 205,260
2.º Luís Azevedo - 215,718
3.º Emídio Peixoto - 220,627
4.º Hugo Figueiredo - 232,970
5.º José Eduardo - 240,554
6.º Filipe Gomes - 245,929
7.º Hugo Gomes - 265,858
8.º Rui Mota - 266,114
9.º Pedro Correia - 268,976
10.º Carlos Alvim - 290,974


Para visualizar os resultados completos do grupo PWRC clique na seguinte hiperligação: http://spreadsheets.google.com/pub?key=tpicpQUju8aBcBawmiMHEWQ&output=html
.




Pódio do grupo PWRC:

1.º Augusto Amorim - Subaru Ninco;

2.º Luís Azevedo - Subaru Ninco;

3.º Emídio Peixoto - Citroen C4 Ninco.






Alinhamento final do grupo PWRC

.



Importa agora falar da classe rainha, ou seja, do grupo WRC, aquele que pontua para o campeonato de Rally 2010 e no qual alinham os modelos mais rápidos.

.



Uma bela imagem da armada Citroen

.

Em prova apresentou-se uma verdadeira armada da Citroen, constituída por 6 Xsara Pro da SCX e um Citroen C4 da Ninco, a qual mereceu a oposição da Peugeot, com quatro 207 da Avant Slot.

.



Citroen Xsara da SCX Vs Peugeot 207 da Avant Slot

.



Alinhamento geral do grupo WRC
.

A expectativa era grande quanto a esta classe, tanto mais que os pilotos já conheciam as classificativas fruto das anteriores passagens com o grupo PWRC.

Desta vez os pilotos tinham de ultrapassar três etapas, num total de seis classificativas, com mais voltas a percorrer e alternando sentidos de passagem.
A primeira classificativa ainda demonstrou grande equilíbrio entre todos os participantes, tendo o piloto mais rápido rodado no segundo 55 e os restantes entre os 56 e os 75 segundos.
No entanto, a segunda classificativa demonstrou que o Peugeot 207 do Emídio Peixoto estava melhor afinado, o que, aliado a uma condução muito rápida, permitiu cavar uma diferença de 25 segundos para o segundo classificado e que foi aumentando nas etapas seguintes, terminando num total de 52 segundos.
.
.

Emídio Peixoto a receber o Troféu de vencedor do grupo WRC
.
O segundo lugar foi ocupado com muito mérito pelo Hugo Figueiredo, o qual apresentou um Citroen Xsara muito rápido e adaptado às classificativas da prova.
.


O terceiro lugar foi brilhantemente ocupado pelo José Eduardo, o qual correu com um Citroen Xsara emprestado, demonstrando que é igualmente rápido em provas de Rally.
.
.
Classificação final do Grupo WRC:
1.º Emídio Peixoto - 366,863
2.º Hugo Figueiredo -418,754
3.º José Eduardo - 425,987
4.º Rui Mota - 431,555
5.º Luís Azevedo - 442,406
6.º Augusto Amorim - 450,910
7.º Vítor Lopes - 477,385
8.º Pedro Correia - 486,239
9.º Filipe Gomes - 500,203
10.º José Pedro Vieira - 506,574
11.º Hugo Gomes - 516,985


Para visualizar os resultados completos do grupo WRC aceda à seguinte hiperligação:

http://spreadsheets.google.com/pub?key=t5_Fwf4T9C5IUEJpF9EdXaA&output=html


.


Pódio do grupo WRC:
1.º Emídio Peixoto;
2.º Hugo Figueiredo;
3.º José Eduardo.


Alinhamento final geral do grupo WRC


Alinhamento final geral


Quanto ao Troféu Júnior, o mesmo foi novamente conquistado pelo pequeno Hugo Gomes... mais uma medalha para juntar à Taça obtida no Rally das Vindimas.



A próxima prova do Campeonato de Rally 2010 decorrerá no próximo dia 30 de Janeiro de 2010 e terá lugar no GT Team Slot Clube, em Braga.

.

A prova terá início às 15.00 horas e terá duas classes em competição: Clássicos SCX e WRC.
.

Todos estão convidados para comparecer e participar!

18 comentários:

Emídio Rocha Peixoto disse...

Antes de mais quero dar os meus parabéns ao Hugo Figueiredo!

Sem a sua prestimosa colaboração teria sido impossível arrancar finalmente com um Campeonato de Rally, uma das grandes tradições do Clube Slot de Braga.

Agradeço pessoalmente ao Vítor, ao Maia e ao Daniel pelo empréstimo das peças Ninco e do Ds, os quais foram fundamentais para organizar um Rally com credibilidade ao nível da cronometragem e das classificativas.

Agradeço ainda ao Pedro Correia pela ajuda como comissário de pista e também na realização dos dorsais e demais documentação necessária para o Rallu.

Obrigado ao Eduardo Carvalho por ter ajudado a montar os sistemas Ds, verificar a alimentação e testar as pistas (o Eduardo não participou.

Obrigado ainda ao Filipe Gomes pela ajuda a montar os troços.

Quanto à prova, a mesma permitiu um Sábado bem passado, com muito convívio e alguma competição animada.

Dou os meus parabéns ao Augusto e ao Luís pela boa prestação no grupo PWRC.

Dou igualmente os meus parabéns ao Hugo, ao Prof. José Eduardo e ao Mota pelas suas brilhantes prestações no grupo WRC.
Confesso que fiquei um pouco decepcionado com a minha prestação no grupo PWRC e carreguei a fundo no acelerador no grupo WRC face à óptima concorrência que inesperadamente surgiu no Sábado.

Adorei a prova e espero sinceramente que este campeonato seja um sucesso e ultrapasse o número de participantes das provas de velocidade de Sexta à noite.

No dia 30 de Janeiro há mais!!

Um abraço slotista,

Emídio Peixoto.

drivethroughpt.blogpsot.com disse...

Boas,

De facto esta prova seria encarada como balão de ensaio, uma vez que optei por preparar os carros que penso serem os melhores que disponho para cada agrupamento, ao invés de apresentar os carros usados no último rally, melhor preparados mas sem o mesmo potencial de evolução.

Assim em PWRC corri com o Citroen C4, modelo que não se adaptava de todo à decisiva 2ª classificativa, por ser demasiado baixo, além dos pneus usados, que estavam ainda vidrados de novos, não terem qualquer aderência. Na segunda passagem tentei forçar um pouco mais e acabei por perder dois lugares sem necessidade nenhuma.

No WRC corri com o Xsara Pro, sem qualquer metro realizado, que se mostrou interessante na terceira passagem pelos troços, com os pneus já rodados. No entanto estava com uma afinação de frente demasiado baixa para a 2ª classificativa também, ficando várias vezes pousado sobre o chassis/motor na lomba, além de não ter tido a melhor opção na escolha das palhetas que optei para substituir as originais. Mas com a faca nos dentes na terceira passagem ainda consegui subir dois lugares, ficando a certeza, que com um pouco mais de confiança podia ter ameaçado o sétimo lugar. Daí para a frente a diferença já era demasiado grande.

Foi um bom rali, com a segunda classificativa a ser do melhor, muitos desníveis, penso que haveria uma diferença de cerca de 1,5 metros entre o ponto mais alto e mais baixo, muito selectiva que mostrou a superior experiência nestas andanças do Emídio, principalmente em WRC, pois no PWRC com o Citroen a coisa não era nada fácil.

Grande prova do Luís no seu primeiro rali, principalmente no WRC, apesar do resultado teoricamente mais fraco, pois o Peugeot da Avant Slot, se muito rápido é um carro que obriga a muitos testes e trabalho de afinação até poder ser explorado ao máximo e ele correu com um carro emprestado no dia anterior.

Foi um bom rali, com um bom ritmo de realização, sem grandes pausas e muito disputado.

Abraço

Pedro Correia

Hugo Figueiredo disse...

Meus caros,

Apesar dos receios que antecederam esta prova, nomeadamente o curto prazo com o qual foi agendada, penso que este Rally dos Reis Magos não poderia ter corrido pelo melhor.

Prestações à parte, quero agradecer aos membros do clube e não só que comparareceram e colaboraram no apoio à realização da prova. Todos foram indispensáveis e quanto aos ausentes por motivos de força maior, tenho presente que estariam lá a colaborar no caso de estarem livres. A todos, muito obrigado e bem-haja!

Quanto ao Rally em si, o meu Peugeot 307 chegou a esta prova numa série de 3 terceiros lugares e acabou... em 4º! :) Paciência. Os meus parabéns ao Augusto que assim mostrou que os seus dotes não se estendem só à velocidade, começando já a provocar "estragos" nos rallies!

No WRC, não fosse o ritmo inalcançável do Emídio, poderia dizer que foi uma prova muito equilibrada na luta entre 2º e 6º e de 7º ao 11º. Ao final da 2ª passagem, o 2º e o 6º classificado tinham cerca de 12 segundos de diferença. A 3ª passagem foi a decisiva, arrisquei mais que anteriormente e consegui levar a prova a bom porto.

Dia 30 lá estaremos, para o "Rally com nome a designar" :)

Mota disse...

Parabéns à organização, que acabou por comprovar que o velho espírito de improvização do português, é mesmo uma mais valia.

Gostei bastante, pois embora "à última da hora", tudo decorreu como se tudo estivesse agendado atempadamente. O ambiente, como é já habitual, esteve também ao melhor nível.

E parabéns ao Augusto Amorim, que mereceu esta sua primeira vitória em ralis.

Um abraço

drivethroughpt.blogpsot.com disse...

Quanto ao nome do próximo rali, eu aproveitava uma sugestão deixada no ar pelo Francisco Alvim.

O saudoso Rali Sopete, apesar de não ter sido uma organização do CAM, realizava-se aqui tão perto, sendo dos mais tradicionais ralis nacionais, que se costumava realizar precisamente pelo último fim de Janeiro. É certo que esta prova, organizada pelo Targa Club, nem sempre se chamou assim, mas este foi o nome que ficou no coração dos apaixonados pelos ralis. O actual Rali Torrie, organizado pelo Targa Club, sendo teoricamente o mesmo rali não tem nada do "Sopete", pois o calendário do Nacional obrigou à troca do asfalto do norte do Minho pela terra da Cabreira e o adiantar das datas para próximo das restantes provas.

E outra curiosidade deste rali, é que a primeira edição pontuável para o Nacional de Ralis, ainda com o nome de Rali Targa, teve o seu início e final precisamente em Braga, no santuário do Bom Jesus.

Morgado disse...

Ora caros aficionados a equipa "M Powerslide Team" anuncia aqui oficialmente que:

- Dados os resultados na categoria PWRC,
- Vistos e analisados os resultados em WRC

A gerência declara: TEMOS EQUIPA :)

Boa Mota! Para próxima mais preparação e com dois pilotos vamos limpar o pódio!

Abraço e parabéns aos vencedores

José Marques disse...

Pelo que vi parece ter sido uma grande prova.

As pistas também parecem estar ao mais alto nível de dificuldade.
não dá é bem para ver as pistas completas.

Dia 30 não falto, o meu alpine vai estar ao máximo, e desta vez vou apostar no xsara PRO da SCX, agora vou ver se os carros não caiem a baixo da pista eheh

Emídio Peixoto disse...

ó Morgado, olha que o Mota não se limitou ao "driven by". Também teve que afinar o Xsara entre etapas para passar no gancho. Estás a dever-lhe uma parte do "powered by".
;)
Um abraço slotista,
Emídio

Miguel Queiros disse...

Boas.

Fico muito feliz pelo sucesso desta prova. É com enorme satisfação que noto o envolvimento por parte de muitos associados dos clubes organizadores do campeonato. Seguramente que esse terá sido o principal motivo por a prova se ter desenrolado tão bem, mesmo com a pouca antecedência com que foi organizada. Infelizmente desta vez não pude estar presente, mas da próxima não falho!!!

Desportivamente a prova parece ter sido muito disputada, sobretudo o PWRC. Os tempos finais são muito próximos. No WRC o Emídio arrasou, mas os restantes participantes andaram muito próximos.

Parabéns aos participantes e à organização. Esta prova deixa boas perspectivas e grande expectativa relativamente ao campeonato de ralies, categoria que andou um pouco apagada em Braga nos últimos tempos.

Boas gatilhadas!

Luís_pala disse...

Viva ,

Constatei que os comentários são enormes , com dezenas de linhas , eu como não sou muito criativo no que toca a comentários , quero dar os parabéns a todos pela fantástica prova e especialmente ao hugo que tem colaborado em tudo e mais alguma coisa ;)

Já agora para ti emidio , vou comprar um peugeot da avant , temos que ir à trofa dar '' uma carga de porrada'' ( expressão usual ) , se quiseres é claro ;)

Mas depois falamos melhor pessoalmente

Grande abraço a todos ;)

drivethroughpt.blogpsot.com disse...

Luís,

para isso é preciso que se façam ralis na Trofa...

O Emídio que o diga, eheheheh...

Agora, parece-me que, quando afinares um Peugeot bem afinado, a diferença vai ser muito grande.

Boas Corridas

Emídio Rocha Peixoto disse...

Bem, efectivamente os campeonatos de Rally na Trofa foram suspensos no primeiro terço do campeonato e nunca mais foram retomados.
Analisado o calendário disponível no site do Clube da Trofa não aparece qualquer Rally.
Assim, caro amigo Luís, se quiseres "dar porrada" em alguém tens mesmo de te concentrar no Campeonato de Rally organizado pelo Clube Slot de Braga e pelo Gt Team Slot Clube.
Um abraço,
Emídio

Hugo Figueiredo disse...

E já não é nada mau andar a "rallyzar" por cá... a ideia é ir melhorando de rally pra rally, a ver se chegamos ao nível de topo... digo eu :)

drivethroughpt.blogpsot.com disse...

Em relação aos ralis, penso que temos que continuar a evoluir, para sermos a referência no Norte do país.

Temos limitações de espaço, é certo, mas com algum trabalho e alguma sorte, daqui a pouco tempo é a malta da Trofa a vir correr ao nosso campeonato.

Estamos no bom caminho. Penso que a fórmula encontrada é a correcta, com alguns ajustes que vamos entender necessários com a experiência adquirida.

Boas corridas

Pedro Correia

Miguel Queiros disse...

Boas.

Concordo com o Pedro, temos que evoluir como o objectivo de nos tornarmos uma referência. E a melhor forma de o fazer é competir!

Quanto a espaços, julgo que, antes pelo contrário, somos privilegiados. É certo que nas instalações dos clubes o espaço é escasso, mas temos excelentes locais onde poderemos organizar provas extraordinárias: por um lado o restaurante do KIB, por outro as instalações do BB Clube, cujos membros simpaticamente já disponibilizaram para outras provas.

Boas gatilhadas!

drivethroughpt.blogpsot.com disse...

Boas

Miguel, quando digo espaços, refiro-me a espaços onde possamos montar pistas de modo permanente para os slotistas testarem o dedo e afinarem os carros. Já demos provas que conseguimos realizar boas provas e os espaços existem, mas falta esta componente na minha opinião.

O melhor exemplo é o Peugeot 207 da Avant Slot, sem dúvida o melhor carro de rally com chassis "convencional" mas que é um carro que é preciso muito tempo, treino e dedo para o afinar ao ponto de "dar" 30 segundos à concorrência.

Mas estou convencido que também esse problema será ultrapassado em breve.

Boas corridas

Pedro Correia

Miguel Queiros disse...

Boas novamente.

Concordo Pedro, faltam espaços permanentes para ir testando. Não tinha pensado nessa perspectiva. Não faz sentido (nem é competitivo) ir afinar os carros para a prova.

Boas gatilhadas!

Hugo Figueiredo disse...

O meu Xsara que tantas alegrias me tem proporcionado já vinha afinado desde os tempos que o GT Team tinha um pequeno troço Ninco para testes.

O que é certo é que desde as últimas voltas a esse troço à estreia em Rallies, passaram uns largos MESES! Vá lá que o carro não parece desafinar facilmente :)