domingo, 24 de janeiro de 2010

Troféu Opel Corsa Sloter - 3.ª Prova


Troféu Opel Corsa Sloter

3.ª Prova

Realizou-se na passada Sexta-feira, dia 22 de Janeiro de 2010, a terceira prova do animado Troféu Opel Corsa Sloter.

A prova decorreu desta vez na pista do GT Team Slot Clube, contando com onze participantes, anotando-se as faltas do Paulo Mendes, do António Maia, do Daniel Costa e do Hugo Gomes.



Manteve-se o habitual colorido do parque fechado, conforme ilustrado nas fotografias.









A direcção técnica e desportiva da prova coube mais uma vez ao Hugo Figueiredo, o qual merece o aplauso de todos pelo seu empenho e "profissionalismo".
A qualificação decorreu na calha amarela, tendo o Augusto Amorim averbado o tempo canhão de 8,399 segundos, deixando o Luís Azevedo à distância de 0,220 segundos, o que é muito tempo neste tipo de competição e deixando antever a possibilidade um novo vencedor da prova.


Carros que alinharam na primeira manga



Pilotos da primeira manga:
- Pedro Correia;
- José Eduardo;
- Hugo Figueiredo;
- José Pedro Vieira;
- Filipe Vilas Boas;
- Miguel Queirós.
Arredado para a primeira manga por uma qualificação desastrosa, o Miguel Queirós cedo impôs um andamento que o levou a uma vitória destacada na manga. O andamento foi tão rápido que inclusivamente logrou ultrapassar um dos pilotos da segunda manga, o José Pedro Marques.
O José Pedro Vieira demonstrou iguamente um andamento muito rápido e cada vez mais seguro, conquistando o segundo lugar da primeira manga.
O Filipe Vilas Boas envolveu-se num aceso despique com o Pedro Correia, tendo ambos terminado com o mesmo número de voltas e apenas com uma diferença de 16 metros.
O José Eduardo e o Hugo Figueiredo sofreram problemas mecânicos, o que tornou a sua prova calamitosa.


Carros que alinharam na segunda manga.



Pilotos que alinharam na segunda manga:
- Emídio Peixoto;
- Vítor Lopes;
- Augusto Amorim;
- José Pedro Marques;
- Luís Azevedo.

A segunda manga teve vários motivos de interesse.
Desde logo foi possível vislumbrar que a mesma iria ser alvo de um combate em regime de duplas, entre o Augusto Amorim e o Luís Azevedo, por um lado, e o Vítor Lopes e o Emídio Peixoto, por outro.
O José Pedro Marques sentiu alguns problemas de estabilidade que condicionaram a sua prestação, registando alguns despistes.
O Augusto Amorim estava verdadeiramente imparável, apresentando-se em prova com um Corsa muito rápido, fruto de uns pneus fantásticos, de uma condução soberba e de uma incrível escolha de cremalheira - estava com a verde.
O Augusto Amorim conquistou a sua primeira vitória neste Troféu, destronando o Luís Azevedo com a diferença categórica de três voltas.
Assim, o Luís Azevedo não teve qualquer hipótese, acabando por fazer uma prova de contenção como forma de conseguir conquistar um sempre valioso segundo lugar.

O terceiro lugar foi alvo de uma terrível luta até ao minuto final, com vantagem para o Emídio Peixoto por 1 volta e 22 metros.



Pódio da prova:

1.º Augusto Amorim;

2.º Luís Azevedo;

3.º Emídio Peixoto

Para aceder aos resultados completos desta prova clique na seguinte ligação:
O Troféu ficou mais animado, com os dois primeiros a registarem apenas três pontos de diferença e com o último lugar do pódio em aberto.
Para aceder aos resultados do Troféu Opel Corsa Sloter após a terceira prova clique na seguinte ligação:



Este troféu tem apresentado um colorido fora do vulgar e que mereceu mais umas fotografias interessantes para partilhar... vejam, revejam e apreciem...












Aqui fica um vídeo da primeira calha da primeira manga.


A próxima prova decorrá na pista do Clube Slot de Braga na próxima Sexta-feira!


Todos estão convidados para comparecer e participar!!!


E não se esqueçam de que no próximo Sábado terá lugar a 2.ª prova do Campeonato de Rally de 2010, o Rally de Monte-Carlo, a realizar nas instalações do Gt Team Slot Clube.

6 comentários:

Emídio Rocha Peixoto disse...

Apresento os meus parabéns ao Augusto Amorim pela sua brilhante vitória... agora com campeonatos de seis provas ainda tudo é possível!

Um abraço,

Emídio Peixoto

Miguel Queiros disse...

Boas.

Foi uma prova muito divertida e pareceu-me que toda a gente se divertiu, pois houve muito despique por várias das posições.

Realmente a qualificação não me correu muito bem, mas a prova foi impecável, diverti-me imenso, sempre em despique com o José Pedro Vieira.

Esta é a segunda vez que tenho que a qualificação é desastrosa e tenho que fazer ajustes importantes após a montagem do motor sorteado.

Nesta prova o motor que me saiu era bom, simplesmente tinha um pouco mais de travão e uma aceleração mais progressiva. Uma cremalheira com menos um dente ou dois teria sido o ideal e tive que afinar o punho durante a qualificação.

Na prova anterior, o pinhão que tinha o motor que me calhou estava muito degradado, pelo que tive que o substituir depois da qualificação.

Acho que neste ponto o processo de sorteio e entrada em parque fechado deveria ser revisto. Defendo que se inclua um período de testes após a montagem do motor, para rever afinações e só depois dar entrada em parque fechado. Claro que para tal os participantes só poderão treinar após a montagem do motor.

Durante a prova fiquei entretido a ver na 1ª parte da manga, a luta entre Augusto e Luís, e numa 2ª parte, a condução pura destes dois. É notável a rapidez com que estas "carochas" conseguem rodar, sem fazer jus ao título de "Troféu Cambalhotas"...

O Augusto esteve imparável. Os treinos privados tiveram resultado, hein cara? Uma escolha muito acertada de cremalheira, alterações no eixo da frente e uns pneus excelentes, aliados à habitual condução super segura e eficaz não deram hipóteses a mais ninguém. Parabéns!

O Luís demonstrou grande maturidade na forma como encarou o resto da corrida, depois de se aperceber que não tinha "montada" para acompanhar o Augusto. Não é preciso gostar de perder, mas é preciso saber perder. E o Luís soube fazê-lo, assegurando o 2º lugar e pontos vitais para uma discussão de campeonato. Parabéns.

O Emídio também esteve de volta ao seu nível habitual. Um carro bem preparado, mas pareceu-me que não teve muita sorte no sorteio. O motor não era mau, mas havia melhores. Mas é um candidato a uma vitória na classe, garantidamente. E com o formato de 6 provas, ainda muita coisa pode acontecer...

Infelizmente alguns participantes habituais não puderam participar. Tenho pena, em particular, que o Mendes não tenha podido participar na prova. É normalmente um sério "cliente" neste tipo de categorias, com carros de afinação complicada, e dá gosto vê-lo rodar...

Que venha a próxima!

Boas gatilhadas.

Augusto Amorim disse...

Agradeço os parabéns de todos mas em particular ao Miguel. E agradeço a ele porque, ele sabe, que a afinação do meu corsa teve como base a afinação do carro que ele apresentou na última prova no CSB.

A escolha da cremalheira também teve a sua influência mas é discutível. Além de depender de factores não controlados pelos pilotos (características do motor que sai em sorte), depende, também, do tipo de condução.

No entanto, também tive atento à primeira prova no GTTeam, mais especificamente com a mudança de cremalheira, por parte do Zé Pedro Espanhol, azul para a verde, que traduziu numa subida de rendimento notável.

Abraço
Augusto Amorim

José Marques disse...

e não se esqueçam do motor fantastico que deu a vitória ao augusto ahahah

drivethroughpt.blogpsot.com disse...

De facto ainda equacionei em protestar o vencedor da prova, isto de correr com motores espanhóis não está bem.

:D

Abraço

Luís_pala disse...

Parabéns augusto ;)
Levei uma tareia daquelas xD
Mas não é por isso que ia ficar desiludido ;)
Abraço ,
Luís Azevedo