sábado, 27 de junho de 2009

Campeonato LMP CSB 2009 - 4.ª Prova




4.ª Prova do Campeonato LMP 2009






Realizou-se no dia de ontem, 26 de Junho de 2009, a quarta e última prova do Campeonato LMP 2009.






A prova contou com doze participantes, tendo como especial atractivo a definição das restantes posições do pódio, uma vez que a vitória já dificilmente escaparia ao Paulo Mendes. Alinhou uma verdadeira armada de Toyotas GT One da Scaleauto, o modelo que demonstrou maiores capacidades competitivas na categoria.





O Miguel Queirós merece os parabéns pelo fantástico campeonato que ajudou a organizar, tendo ainda sido um verdadeiro "gentleman" quando permitiu que o Paulo Mendes escolhesse a calha vermelha para começar a prova, assim podendo terminar na sua calha de eleição - a preta!



A qualificação foi disputada na calha n.º 2 (branca), tendo o Augusto Amorim conseguido a pole position com o tempo canhão de 7,924 segundos. A luta pelo segundo lugar da qualificação foi muito renhida, com vantagem para o Emídio Peixoto, com o tempo de 7,967 segundos, suplantando o Miguel Queirós por apenas 0,002 segundos. O quarto tempo, com alguma surpresa, ficou para o Paulo Mendes.




Pilotos da primeira manga: Hugo Gomes; Hugo Figueiredo, Filipe Vilas Boas, Vítor Lopes, Filipe Gomes e João Silva.



A primeira manga ficou ocupada pelo Hugo Figueiredo, o qual alinhou com pneus P1 da Slot.It, pelo Vítor Lopes, pelo Filipe Vilas Boas, pelo Filipe Gomes, pelo Hugo Gomes e pelo João Silva.


Surpreendente, mais uma vez, foi a evolução do Filipe Vilas Boas, o qual conseguiu registos de voltas e tempos que denotam capacidades de condução acima da média. Importa referir que o mesmo ficou em segundo lugar na sua manga, tendo conseguido ficar à frente de pilotos consagrados como o Vítor Lopes e de pilotos com mais anos de casa como o Filipe Gomes.
O Filipe Vilas Boas, pelos cartazes que tem feito e pela evolução demonstrada, merece os nossos públicos parabéns.

Ainda importa destacar o regresso do nosso amigo Hugo Figueiredo, o qual alinhou com um Audi da SCX equipado com pneus P1 da Slot.It. Foi o único competidor a alinhar com pneus de borracha e conseguiu, fruto de uma condução rápida e segura, um surpreendente 5.º lugar final na prova, ultrapassando competidores como o Miguel Queirós e o António Maia, os quais se faziam "acompanhar" de pneus de espuma.



Carros que alinharam na segunda manga



A segunda manga tinha reservada uma luta animada, mas revelou-se excepcional. Só para exemplificar, na última calha da manga os três primeiros estavam empatados na mesma volta.

Com efeito, o Augusto Amorim e o Emídio Peixoto, por terem começado nas calhas mais rápidas, apresentaram um andamento fortíssimo, com tempos entre os 7,800 e os 7,700 segundos. O Augusto Amorim averbou mesmo um novo recorde da pista na categoria em prova, tendo alcançado o impressionante tempo de 7,720 segundos na calha n.º 4(verde).

No entanto, o Paulo Mendes começou a aumentar o ritmo e, conduzindo na calha n.º 1 na calha final, não deu hipóteses ao Emídio e ao Augusto Amorim, terminando estes com uma volta a menos, conseguindo o Paulo Mendes a sua terceira vitória do campeonato.


A luta entre o Emídio Peixoto e o Augusto Amorim foi fantástica, tendo os mesmo conseguido rodar dezenas de voltas num autêntico controlo e sempre no limite. No final, o Augusto conseguiu manter 15 metros de vantagem sobre o Emídio, conseguindo assim o segundo lugar na prova e manter o segundo lugar no campeonato.


O terceiro lugar do Emídio permitiu-lhe ocupar o último lugar do pódio da prova e também do campeonato.


Merece destaque o quarto lugar do nosso "Professor", o qual tripulou um Toyota G One e conseguiu impor um andamento igualmente rápido e seguro.




Pódio da 4.ª Prova do Campeonato LMP 2009:

1.º Paulo Mendes;

2.º Augusto Amorim;

3.º Emídio Peixoto.


Resultados da 4.ª Prova LMP:

1.º Paulo Mendes: 219,30 voltas;

2.º Augusto Amorim: 218, 38 voltas;

3.º Emídio Peixoto: 218,23 voltas;

4.º José Eduardo: 211,32 voltas;

5.º Hugo Figueiredo: 207,36 voltas;

6.º Miguel Queirós: 206,37 voltas;

7.º António Maia: 204,19 voltas;

8.º Filipe Vilas Boas: 203,12 voltas;

9.º Vítor Lopes: 202,11 voltas;

10.º Filipe Gomes: 199,34 voltas;

11.º Hugo Gomes: 186,10 voltas;

12.º João Silva: 177, 18 voltas.

As contas finais do campeonato demonstram que o Paulo Mendes é um piloto excepcional, tendo conseguido aliar um andamento rápido a um andamento seguro, o que lhe permitiu 3 vitórias.
Classificação final do Campeonato LMP 2009:
1.º Paulo Mendes - 38 pontos;
2.º Augusto Amorim - 28 pontos;
3.º Emídio Peixoto - 25 pontos;
4.º Miguel Queirós - 21 pontos;
5.º José Eduardo - 13 pontos;
6.º António Maia - 11 pontos;
7.º Hugo Figueiredo -8 pontos;
8.º Eduardo Carvalho - 4 pontos;
9.º Luís Azevedo - 3 pontos;
10.º Vítor Lopes - 2 pontos;
11.º Daniel Costa - 1 ponto;
11.º Filipe Gomes - 1 ponto.


video

O Paulo Mendes deu música na pista e fora da pista!!


Pódio do Campeonato LMP 2009:

1.º Paulo Mendes;
2.º Augusto Amorim;
3.º Emídio Peixoto.

8 comentários:

Miguel Queiros disse...

Boas.

A corrida foi interessante e animada.

Mas o mais importante é que as tostas mistas estão mesmo a bombar nas noites de sexta feira!
Público e pistadores podem apreciar, antes, durante e após a prova, esta especialidade do CSB.

Hugo Figueiredo disse...

Iguarias mistas à parte, esta prova vai ficar para a minha história como a primeira vez que tive um pneu a rebentar !!!

Emídio Peixoto disse...

Caro Miguel: Só não concordo com a permissão de pistadores poderem comer mistas durante a prova...

Filipe Vilas Boas disse...

Boas meus caros amigos,

Antes demais obrigado pelas palavras quanto á minha performance... realmente desta vez estive á altura, ou quase, do carro que o Mendes preparou! Estava uma "bomba" e nas mãos de outro tenho a certeza que lutaria pela vitoria! Quanto ao Campeonato em si, acho que decorreu muiot bem, houve sempre grande adesão, carros extraordinariamente rapidos, enfim, emoção até ao fim! O vencedor, e desculpe-me os outros, é quanto a mim, que sou leigo nestas coisas, o piloto que alia a consistencia e a rapidez de uma forma extraordinaria.. para alem de ser um preparador que todos conhecemos como do melhor que há.. assim sendo acho que ganhou com todo o mérito! Em relação ao pequeno problema dos pistadores estarem a comer, e recordo-me bem do caso em particular, em que o nosso amigo Hugo estava acomer, mas e faço esta resalva ele não estava a pistar, no entanto e como teve o reflexo de tentar colocar o carro na calha.. enfim! O local de pistagem dele na altura era na curva da ponte em que estava a ser substituido por outro elemento! Notei neste nosso amigo que ficou envergonhado e sem saber como reagir as palavras proferidas! Eh pah e um novo elemento e há que dar um pouco de tolerancia.. sei bem que na "febre da corrida" nem se pensa nessas coisas, mas enfim! O rapaz ate tremia devo dizer... Acho que devemos mostrar como se procede e tentar que tal não se repita.. no final ter umas palavras de consolo tambem cai bem! Gente nova necessitamos sempre e espero que pequenos episodios destes não façam com que esmoreça a sua vontade de participar! Há que ter um certo cuidado, mas enfim, é dificil ter esse cuidado quando se estar a correr e a lutar ao metro por uma posição! Isto já vai longo e parabens a todos, foi realmente um campeonato excelente... pena que terminou logo agora que estava a entar no ritmo!! Talvez na proxima o Mendes me prepare um carro quase tão bom como este!!! rsssssssss
Um abraço e fiquem bem
Filipe Vilas Boas

Hugo Figueiredo disse...

O Hugo? Não percebi, era eu?


Eu admito q no final da minha manga, a 1ª, fui comer qualquer coisinha, mas pousei os géneros alimentícios e respectivas bebidas de parte enquanto pistei nas 1a e 2a calhas... é uma questão de bom-senso, não me incomoda estar a correr e os pistadores a comerem nos intervalos de calhas.


Quanto ao João, é natural que tenha ficado nervoso, até eu fiquei aquando das minhas primeiras pistagens, e já tinha uma idade muito mais avançada do que ele. Acho que o Miguel Queirós esteve bem ao lidar pessoalmente com o João, sendo acima de tudo bastante educativo para ele.

Filipe Vilas Boas disse...

Eh pah... não és tu... São tantos que ate me confundo.. é o João a quem me referia! Peço desculpa pela troca de nomes...
Um abraço..

Miguel Queirós disse...

Relativamente a comida e pistagem...

Não sou apologista de proibições categóricas, mas é necessário bom senso, como refere o Hugo. Se houver bom senso, não há problema... quando não há bom senso, é outra questão...

Julgo que não fui o único a sentir-me afectado em prova pelo facto de pistadores estarem a comer.

Se há interferência entre a comida e as corridas, temos que decidir o que é prioritário.

Em último caso, faz-se a pista mais pequena e colocam-se mais mesas... mas aí deixa de ser um clube de slot e passa a ser um café.

Emídio Peixoto disse...

lol, cuidado que a equipa SMOKE ON pede logo espaço para umas mesas para fumadores.... :))))

Sobre a prova, importa referir que foi das mais intensas até ao presente momento no Clube Slot de Braga.

A vitória manteve-se incerta até ao apito final entre o Augusto e o Paulo Mendes.

Confesso que na penúltima calha já tive problemas graves de alimentação, com as palhetas a dar o berro ... a última fornada de MB não saiu muito boa. Na última calha não tive hipóteses de andamento para aqueles dois. Foi sobreviver para não passar vergonha, mas mesmo assim foi espectacular.
O Paulo Mendes lá levou de vencida mais uma prova, mas eu avisei para não o deixarem terminar na calha preta ... quem avisa ....
O Augusto Amorim é mais um consagrado.
Lutar contra estes dois é sempre uma tarefa hercúlea (mais um trabalho de Hércules além dos referidos no livro).
Quanto ambos se empenham a tarefa torna-se impossível...
Fica para a próxima...
Parabéns a ambos e parabéns ao Miguel Queirós... posso ter ficado com o último lugar do pódio, mas ao Miguel ninguém rouba a classe e capacidade que demonstrou na direcção desportiva desta prova.
Continua assim, caro amigo Miguel Queirós.
Um abraço slotista,
Emídio Peixoto