domingo, 7 de março de 2010

Rally Rota do Vinho Verde - 3.ª Prova do Campeonato de Rally 2010


Rally Rota do Vinho Verde






Realizou-se no passado dia 06 de Março de 2010, nas instalações do Clube Slot de Braga, o Rally Rota do Vinho Verde, 3.ª prova do Campeonato Regional de Rally 2010 organizado pelo Clube Slot de Braga e pelo Gt Team Slot Clube.




Parque fechado do Grupo WRC e do Grupo N-GT

A prova contou com dezassete participantes no Grupo WRC e quinze participantes no grupo flutuante, o Grupo NGT.


Parque fechado do Grupo N-GT


A organização esmerou-se e montou duas classificativas de grande rigor técnico, sendo a primeira constituída por uma zona de túnel e com um salto de todo-o-terreno e a segunda com elevadas zonas de dificuldade e com uma grande extensão.

Ficam umas imagens do troço n.º 1 e das suas dificuldades.





O troço n.º 2 era constituído pela subida ao alto da Louriça, com uma passagem pelos célebres espigueiros do Lindoso e por Ponte da Barca. Tinha um nível de dificuldade máximo pela neve que existia no alto da Louriça e pelas curvas fechadas à chegada aos espigueiros do Lindoso e a Ponte da Barca, nomeadamente, na rotunda do Vinho Verde.

Ficam aqui algumas imagens.


Espigueiro do Lindoso






Rotunda do Vinho Verde em Ponte da Barca




Subida ao Alto da Louriça










A difícil descida do Alto da Louriça



Como sempre, a organização prometeu e cumpriu, apresentando taças para os três primeiros de cada grupo e para o melhor classificado com idade inferior a 12 anos, bem como medalhas para todos os participantes no Grupo WRC.



Imagem dos prémios da prova



A prova foi muito animada, tendo registado um intenso despique pelos lugares de topo. Os slotistas adeptos de Rally compareceram em peso, com as instalações do Clube Slot de Braga a revelarem-se pequenas para tanta gente.
Ficam aqui algumas imagens dessa animação.
















O Paulo Mendes e o José Eduardo deram espectáculo igualmente fora da pista!
.
A saída para a estrada do Grupo N-GT era aguardada com expectativa, pois apresentaram-se em prova carros muito bem preparados.
A primeira classificativa desde logo demonstrou que a luta pela vitória seria travada entre o Emídio, o Rui Mota, o Paulo Mendes e o Miguel Queirós, num intenso despique entre três Nissan 350 Z da Power Slot e um Porsche 997 da Ninco.

António Maia a pilotar o seu Ferrari do Grupo N-GT
.
No final, o Emídio Peixoto alcançou a vitória com uma vantagem de sete segundos sobre o Rui Mota, ocupando o Paulo Mendes o terceiro lugar com apenas 8 segundos de diferença. O Miguel Queirós ocupou o quarto lugar a apenas 0,257 segundos do Paulo Mendes.
Anota-se igualmente a intensa luta pelos restantes lugares, conforme resulta do quadro final.

A fantástica passagem pelo espigueiro do Lindoso
.
Para consultar os resultados completos do Grupo N-GT aceda ao seguinte link:





Pódio dos carros vencedores do Grupo N-GT


1.º classificado do Grupo N-GT - Emídio Peixoto




2.º classificado do Grupo N-GT - Rui Mota



3.º classificado do Grupo N-GT - Paulo Mendes


No Grupo WRC as coisas já eram mais sérias, sendo aquele que pontua para o Campeonato de Rally 2010.

O primeiro a sair para a estrada foi o líder do campeonato, Emídio Peixoto, o qual estreou uma pintura personalizada da autoria do Daniel Costa e que mereceu muitos elogios da parte dos presentes.
Ficam aqui algumas fotografias da mesma.





A forçar o andamento desde o início e sem cometer qualquer penalização, o Emídio alcançou a vitória, desta vez com 12 segundos de vantagem para o Augusto Amorim, o qual apresentou um andamento muito forte e não qualquer hipótese ao terceiro classificado, o Paulo Mendes.

Paulo Mendes a pilotar o seu Peugeot do Grupo WRC
.
Os restantes lugares foram muito disputados, destacando-se o quarto lugar do António Maia, o quinto lugar do António Correia, o sexto lugar do Hugo Figueiredo e o sétimo lugar do Nuno Aguilar, o qual compareceu em cima da hora e demonstrou que ainda domina a arte do slot de Rally.

Nuno Aguilar a subir ao Alto da Louriça no Grupo WRC
.
Os azarados do dia foram mesmo o Luís Azevedo, com um problema na basculação do patilhão, penalizando uma vez com tempo máximo, e o Eduardo Carvalho, o qual penalizou duas vezes, vendo o seu Peugeot parar em plena classificativa com o elástico da tracção a enrolar-se no motor e na cremalheira, obrigando à sua substituição.
O António Morgado, por razões pessoais abandonou a prova antes do seu final, o que o "atirou" para o último lugar.



Pódio dos carros vencedores do Grupo WRC


Carro vencedor da Taça Júnior

Seguem as fotografias da animada sessão de entrega de prémios que se seguiu.

(sem fotografia)
17.º classificado do Grupo WRC - António Morgado

16.º classificado do Grupo WRC - Eduardo Carvalho



15.º classificado do Grupo WRC - Pedro Mota


14.º classificado do Grupo WRC e vencedor da Taça Júnior - Hugo Gomes


13.º classificado do Grupo WRC - Rui Mota




12.º classificado do Grupo WRC - José Eduardo




11.º classificado do Grupo WRC - Vítor Lopes (rápido a pilotar e ainda mais rápido a receber o prémio)

(sem fotografia)
10.º classificado do Grupo WRC - Pedro Correia

9.º classificado do Grupo WRC - Luís Azevedo


8.º classificado do Grupo WRC - Miguel Queirós

(sem fotografia)
7.º classificado do Grupo WRC - Nuno Aguilar



6.º classificado do Grupo WRC - Hugo Figueiredo




5.º classificado do Grupo WRC - António Correia



4.º classificado do Grupo WRC - António Maia


3.º classificado do Grupo WRC - Paulo Mendes



2.º classificado do Grupo WRC - Augusto Amorim



O primeiro classificado do grupo WRC, Emídio Peixoto, recebeu o prémio desta forma...



Para consultar os resultados completos do Rally Rota do Vinho Verde aceda ao seguinte link:
http://spreadsheets.google.com/pub?key=tUrePMn0LLsTsUsifVkwi0Q&output=html
O Clube Slot de Braga agradece aos associados Daniel Costa, Vítor Lopes e Augusto Amorim, bem como ao António Correia, pelo fornecimento dos sistema de cronometragem DS e das peças Ninco necessárias para a realização do Rally.
Agradece igualmente a todos aqueles que ajudaram na sua concretização, nomeadamente, ao Pedro Correia pela realização dos cartazes e fichas de controlo e ao José Pedro Vieira pela ajuda na montagem dos troços.
Finalmente, fica o agradecimento às comissárias de pista, Ana Rita e Marta, as quais deram um valioso contributo para a verdade desportiva e para o salutar desenrolar da prova.
O próximo Rally encontra-se agendado para o dia 16 de Abril e decorrerá nas instalações do Clube Slot de Braga.

18 comentários:

Miguel Queirós disse...

Boas.

Mais uma excelente prova. Muito animada e bem disputada.

Parabéns aos vencedores das classes pelos resultados e também aos participantes pelo bom ambiente proporcionado.

Parabéns à organização pelo sucesso do evento.

Boas gatilhadas!

Emídio Rocha Peixoto disse...

Fantástica prova, com um grande ambiente, quer de manhã, aquando da montagem dos troços, quer durante o almoço, quer durante toda a tarde da prova.
As provas de Rally começam a ter uma plena adesão dos pilotos adeptos desta modalidade, notando-se um maior investimento na preparação e uma maior concentração em prova.
Por outro lado, os conflitos com os pistadores são raros...
Permitam-me salientar o segundo lugar do Rui Mota no grupo N-GT e o quarto lugar do Miguel Queirós.
São pilotos que não costumavam alinhar em provas de Rally e que têm demonstrado uma grande subida de nível.
Também saliento o Augusto Amorim, cada vez mais forte no grupo WRC e a obrigar-me a uma concentração plena para conseguir cavar uma vantagem que permitia algum conforto na subida ao Alto da Louriça.
O Paulo Mendes esteve sempre muito bem, conseguindo averbar ir ao pódio nas duas classes.
Finalmente, saliento o regresso às provas de Rally do Nuno Aguilar, o meu grande amigo que me iniciou em provas de Rally no já célebre Rally Santos da Cunha.
Espero que o regresso seja para continuar...
Quanto às vitórias, acho que chegou a hora de as dedicar ao meu pai, grande mentor no investimento em hobbies - a vida não é só trabalho - e enorme incentivo nas provas de Slot... ;)
Um grande abraço slotista,
Emídio.

Mota disse...

Parabéns por mais exte excepcional evento. Um Rali cheio de boa camaradagem.
...e parabéns, ao vencedor....

Um abraço

Miguel Queirós disse...

Boas novamente.

Caro amigo Emídio, obrigado pelas palavras de incentivo. É verdade que sou um praticante muito recente de Rali (a minha 1ª prova foi o Rali das Vindimas em Setembro), mas confesso que é um formato que me agrada muito. E participarei sempre que me for possível.

Relativamente aos resultados, considero que o 2º lugar do Rui Mota em N-GT é digno de destaque. O Porsche que utilizou estava preparado para velocidade, o que lhe provocou algumas dificuldades (paragens no topo dos saltos), que superou com uma grande demonstração de gatilhagem.

Em WRC tive algum azar, quando até estava numa posição interessante (era 5º no final da 1ª passagem, a escassos segundos do 3º). Mas a saída de um fio do patilhão fez-me perder muito tempo na subida da Louriça...

melhor sorte da próxima (espero)... mas não falto!

Boas gatilhadas.

J.C.Nogueira disse...

Viva.
Boa reportagem.
Os pilares da rotunda de Ponte da Barca estavam legais?
Cumprimentos.

Morgado disse...

Boas!

Sem dúvida uma prova memorável. Principalmente para quem a viveu até ao fim... :)

Classificativas cada vez mais técnicas e apetitosas, demonstram uma positiva evolução da organização.

Os meus parabéns ao Rui Mota pelo primeiro pódio "M", e também ao António Maia pelo seu quase quase quase pódio nesta prova em que foi convidado pela equipa. Maia, deixaste-me a pensar se te contrato ou não.

Mais parabéns ao vencedor e demais premiados. As minhas desculpas á organização e demais participantes por ter de deixar a prova a meio.

Pelo lado negativo saliento o atraso da prova. Não creio ter sido muito positivo o facto de a organização chegar cerca de meia hora mais tarde, assim como não creio que seja positivo que os participantes percam tanto tempo precioso com afinações e preparações de última hora. São dois pontos que penso que falharam redondamente. E o resultado é que 4 horas depois da hora prevista (quando sai) ainda faltavam praticamente duas passagens de WRC em cada PEC.

Já defendi anteriormente e defendo novamente. A entrada em parque fechado deveria ser feita até ao dia anterior da prova. Ou no máximo até ao dia da prova de manhã. Inscrições de última hora poderão ser aceites mediante ora pagamento de uma taxa agravada (e nesse caso a verificação técnica é feita na hora), ou mediante resultado condicionado a verificação técnica no fim da prova.

Não quero bater sempre nos mesmos mas parece-me que todos deviam estar a puxar para o mesmo lado: o melhor.

De resto reforço os meus parabéns á organização pelos troço interessantíssimos que criou e pelo ambiente. Dia 17 lá estaremos.

Boas preparações

Morgado disse...

Aproveito para formalizar e anunciar o próximo M a ser convidado a correr pela nossa equipa:

|. .|
| \/ |iguel Queirós
| ' |

Abraços!

Emídio Rocha Peixoto disse...

Morgado, o teu relógio deve andar mesmo adiantado... para que sabias a organização chegou antes das 14.30 horas e o Rally apenas começou com atraso devido a afinações de última hora motivadas pela utilização do salto de todo-o-terreno em uma das classificativas.
Escreves de uma maneira que parece que o Rally foi uma bandalheira, quando, na realidade, o mesmo foi organizado e dirigido pelo Hugo Figueiredo com muito tacto e bom senso. Mais vale deixar afinar os carros em cima da hora do que ter um espectáculo infeliz com os carros todos a "espetarem-se na subida para o salto"...
Deixo os meus parabéns ao Hugo Figueiredo, mais uma vez, pela forma como tem sabido orientar os trabalhados, tanto nas provas de velocidade, como no ressurgimento em força das provas de Rally em Braga.
Um abraço slotista,
Emídio.

Hugo Figueiredo disse...

Só queria deixar um esclarecimento, quanto a um outro motivo pelo qual a prova atrasou um pouco em comparação às edições anteriores:

- Rally Reis Magos:
Grupo PWRC: 10 inscritos
Grupo WRC: 11 inscritos

- Rally Monte Carlo:
Clássicos: 13 inscritos
Grupo WRC: 14 inscritos

- Rally Rota dos Vinhos Verdes:
N-GT: 15 incritos
Grupo WRC: 17 inscritos (e com a ausencia do José Pedro Vieira, que estava provisoriamente inscrito como 18º piloto)

Morgado disse...

Amigo Emidio:

Não vou discutir preciosismos temporais, dado que os mesmos não levam a lado nenhum.

Quanto ao decorrer e organização da prova saliento três aspectos:

- em lado nenhum usei a palavra bandalheira no meu comentario ou sequer semelhante ou sinonimo. Pelo contrario desafio a contar quantas vezes a palavra parabens aparece associada à organização;

- quanto a afinaçoes para o salto, ja nos deviamos habituar a este tipo de obstaculos, na medida em que ja sabemos (e um grande bem haja a isso) e contamos com as fantasticas classificativas "à Emidio". Classificativas essas que em muito vieram enriquecer os nossos ralis dadas a suas singulariedades técnicas;

- Em ponto nenhum da tua resposta vejo uma apreciação às sugestões que deixei. Aí sim estou disposto a gerar discussão. Porque convenhamos: ninguem é perfeito, nem na organização e direcção nem em quem critica. Mas é desta dicotumia que podem sair propostas claras e concisas que podem melhorar e enriquecer aquele que já é um grande espectaculo.

Tenho dito.

Abraço

J. Pedro Vieira disse...

Ok, pronto, não se zanguem... a "culpa" passa a ser do muralhas e da austriaca...
Só assisti ao final do rally (com grande pena minha que passei a semana a preparar dois carros para ficarem na mala) mas ainda deu para sentir o excelente ambiente que se viveu na prova.

Parabéns a todos.

Emídio Rocha Peixoto disse...

Caro amigo Morgado:

Está então devidamente compreendido o teor da tua apreciação e das tuas sugestões de carácter construtivo.

Quanto à entrada em parque fechado, conforme tens reparado a maioria dos pilotos trabalha na manhã de Sábado e é complicado exigir uma entrada em parque fechado no dia anterior ou na própria manhã.
Eu apenas afinei os carros durante a noite de Sexta-feira, já após a prova de clássicos, e, como ajudei a montar um troço na manhã de Sábado, só no início da tarde é que acabei as afinações.

Assim, caberá aos pilotos e aos demais interessados continuar a tentar cumprir o horário de uma prova que prima pelo convívio.

Concordo igualmente com o Hugo, uma vez que o número de participantes aumentou e chegou mesmo aos 17 no Grupo WRC, o que contribuiu para o desenrolar da prova um pouco mais lento do que o habitual.

O essencial é que o programa foi cumprido, ou seja, 4 classificativas para o Grupo N-GT e seis classificaticas para o Grupo WRC.

Assim, os pilotos inscritos nos dois grupos acabaram por fazer dez passagens pelas duas pistas montadas, o que é excepcional num período de tempo tão curto.

O ideal era que a prova se iniciasse de manhã e terminasse de tarde, com duas etapas e diversas classificativas, mas levanta-se aí o problema dos afazeres profissionais de Sábado de manhã...

Um abraço slotista,
Emídio Peixoto.

Emídio Rocha Peixoto disse...

Bem... faltou apenas dizer que a palavra "parabéns" surge:
- 1 vez associda ao Rui Mota, piloto da equipa Powerslide;
- 1 vez associada ao António Maia, piloto convidado da equipa Powerslide;
- 1 vez associada "ao vencedor e demais premiados";
- 1 vez associada à organização "pelos troços interessantíssimos que criou e pelo ambiente".
Escapou-me alguma ?
;)
Um abraço slotista,
Emídio.

Morgado disse...

LOL

Faltou um parabéns a mim que arranjei umas Tshirts muito giras! :p

Ok compreendo os motivos indicados, e prometo pensar sobre eles.

Queremos todos o melhor para o slot bracarense e em particular para os nossos ralis. Não há sistemas perfeitos, ainda assim como inconformista que sou vou voltar á carga assim que me lembrar de uma ou outra coisa que possa ajudar que não sejam só tubos de cartão.

Acredita que fiquei com muita pena de não ter acabado a prova. O Puntosinho ia dar cabo da armada francesa eheheh. Mas não deu. Como dizia o Herman "Comprimidos sociais" obrigaram-me a fugir.

Abraço

Augusto Amorim disse...

tainingCaros amigos,
Após a leitura dos seguintes comentários apraz-me deizer o seguinte:
- Penso que tanto o Morgado como o Emídio apresentam argumentos com elevado grau de razão.
- O Morgado quando pede um melhor cumprimento dos horários. Penso que tem uma vida com o tempo contabilizado ao minuto. Penso que por isso não pode ficar até ao fim;
- Por outro lado o Emídio também tem razão quando refere que muitos dos participantes apenas pegam nos carros no sábado de manhã para participarem na prova durante a tarde. Penso que se não houvesse essa abertura tinhamos uma participação bem nmenor em termos de pilotos, embora eu concorde em que se faça os possíveis para se cumprirem os horários;
- Para além disso tudo não podemos e nem devemos esquecer o trabalho que é desenvolvido em tempo "record" na construção e decoração dos troços. Mesmo depois de estar envolvido na ajuda a montagem (e desmontagem) dos últimos dois ralis ainda me custa perceber como se consegue montar, organizar e desmontar um evento destes em apenas um dia. Simplesmente fantástico....

Por tudo isso e percebendo o ponto de vista de todos, penso que o melhor mesmo é manter o bom senso e tentar agradar a todos.

PS.: O atrasos, infelizmente são inevitáveis para mantermos o espírito das provas e agradarmos a todos, por isso sugiria, e penso que é o caso do Morgado, que quando alguem tenha que sair mais cedo que se permita a conclusão de todas a passagens de forma a que não fique esse sentimento de desilusão a quem, por razões maiores, tenha que se ausentar a determinada altura.

Abraços Slotistas

Emídio Rocha Peixoto disse...

Caro amigo Augusto:
Da minha parte não vejo qualquer impedimento a, atendendo a razões excepcionais, permitir a um piloto a possibilidade de fazer os troços de maneira seguida... embora tal não deva ser admitido nas prova de rally com farinha por razões óbvias... a não ser que o próprio não se importe de ser o primeiro a limpar todas as classificativas.. :)
No entanto, esse piloto irá sempre perder a grande festa que foi a entrega dos prémios deste último rally, em que o Vítor e o Prof. deram o mote...
Ó Morgado... tens mesmo é de ser requisitado durante todo o dia para o próximo Rally!
Vai lá avisando em casa que no dia 17 de Abril sais às 09.00 e regressas às 20.00 horas! Vai preparando a tua malta com antecedência e depois é a política do facto consumado! ;)
Só assim consegues viver a festa do Rally do princípio até ao fim.

Por acaso também estive a pensar no que andamos a conseguir fazer, meu caro amigo Augusto.
Montar e desmontar dois troços gigantes de Rally, ambos com decoração, e tudo num só dia tem sido uma demonstração de grande entreajuda entre todos os slotistas, tal como no empréstimo das peças Ninco e dos sistemas de cronometragem.
Tem sido fantástico, até pela possibilidade de nunca faltarem peças para concretizar a pista que se idealiza com alguma antecedência, mas que sai sempre na inspiração do momento.
No Sábado de manhã era ver ali também o Hugo a puxar pela cabeça para fazer umas curvas tramadas e um salto que era uma armadilha para os que pisavam no acelerador.

O Slot bracarense está bem de saúde, com vitórias em provas regionais, como ocorreu nas Endurance Series, e com óptimas provas de Rally.

Agora mesmo bom era conseguir ainda mais participantes no próximo Rally ... aqueles da velha guarda...

Um abraço slotista,
Emídio.

Augusto Amorim disse...

Emídio,
Existem casos que tem que ser analisados com cuidado e penso que o do Morgado é um desses. Se tiver que se ausentar todo o dia, muito provavelmente, não vai poder participar.

Abraço
Augusto

Morgado disse...

Grande Emidio:

Aí está o que de proveitoso tem lançar umas farpas na altura certa. Já estamos a debater ideias concretas. Pena é que tenha que vir um gajo do Brasil para mandar uns bitaites e acertar um ou outro ponto. :)

Tal como o Augusto referiu, e não querendo eu colocar-me á frente de mais ninguém, a minha vidinha anda particularmente complicada em matéria de tempo. Só para dar uma ideia do que posso revelar, não sendo pessoal, estou com um emprego a tempo inteiro (em que o patrão é adepto do TMN), estou a arrancar com um mestrado e ao mesmo tempo a fazer o meu estágio para a Ordem dos Engenheiros. Ás vezes nem eu sei como arranjar para tudo isto, familia e MPowerslide. Se os ralis não valessem a pena, nem metade teria feito. :p

Ressalvando aqui que todo este sururu que levantei não se prende com o facto de ter que sair mais cedo. Eu sabia que esse compromisso punha em risco a minha total participação no rali, e mesmo assim fui á luta até onde consegui.

Essa ideia de permitir pilotos sairem "fora de ordem" é óptima, mas é preciso que a malta não abuse. Experimentalmente tem todo o meu apoio. Vamos ver no que dá...

Acredita meu amigo nada me daria mais gozo que dispor de um dia inteirinho só para fazer nascer um evento destes. Vai que ainda nascia um classificativa MPowerslide e a malta gostava... :)

Abraço e por mim, vamos a dia 17. O Punto já teve o seu enterro no blog do GT Team, vamos ver que surpresa consigo desencantar agora.

Abraço