terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

2.ª Prova do Campeonato Regional de Rally 2011 - Rally de Monte-Carlo




Campeonato Regional de Rally 2011
.
2.ª Prova
.
Rally de Monte-Carlo


Realizou-se no passado Sábado, dia 19 de Fevereiro de 2011, nas instalações do GT TEAM SLOT CLUBE, a 2.ª prova do Campeonato Regional de Rally 2011 - Rally de Monte-Carlo, o qual é organizado conjuntamente pelo Clube Slot de Braga e pelo GT TEAM SLOT CLUBE.



Imagem do Troféu reservado para o vencedor


Imagem dos bonitos troféus reservados para os cinco primeiros classificados.
A organização montou duas pistas, uma a lembrar a subida ao já mítico Col de Turini e outra com pontos de elevada dificuldade.
.
Imagens da PEC 1 - COL DE TURINI:






Imagens da PEC 2:





O Rally de Monte-Carlo iniciou-se com a entrada em pista dos carros do Grupo Produção, desta vez destinado aos bólides do Grupo Históricos Grupo B, com um alinhamento muito diversificado e colorido.
A luta pela vitória neste grupo foi épica, com os quatro primeiros a ficarem em suspenso até às contas finais, tamanho era o equilíbrio entre, imagine-se, dois BMW M1 da Fly (Paulo Mendes e Augusto Amorim), um MG Metro da MSC (Emídio Peixoto) e um Lancia 037 da SCX (Miguel Queirós).
Importa referir que todos mereciam vencer, tendo em conta o ambiente gerado entre os pilotos em causa.
A vitória "sorriu" ao Augusto Amorim com apenas 0,460 segundos de vantagem sobre o segundo classificado, o Emídio Peixoto, ficando este separado por 0,064 segundos do terceiro classificado, o Miguel Queirós, e este por 0,074 segundos do quarto classificado, o Paulo Mendes.
Basta fazer as contas para concluir que do primeiro ao quarto classificado pouco mais de 0,5 segundos separou os concorrentes.
Há motivo para dizer que assim vale a pena!


3.º classificado do Grupo Produção - Miguel Queirós - Lancia 037 SCX


2.º classificado do Grupo Produção - Emídio Peixoto - MG Metro MSC


1.º classificado do Grupo Produção - Augusto Amorim - BMW M1 Fly



A organização correu tão bem e de forma tão pontual que todos os pilotos se deslocaram ao café para retemperar as suas forças para a classe "rainha", o Grupo Super N!


O Grupo Super N tinha uma verdadeira armada em competição, com diversos modelos da Avant Slot a prometerem elevadas performances.


No Grupo Super N merece inteiro destaque o Luís Pedro, o qual conseguiu a sua melhor classificação de sempre numa prova de competição de slot, com um surpreendente e merecido quinto lugar da geral.
Parabéns Luís Pedro!
A luta pela vitória foi muito emotiva com um despique muito interessante entre o António Maia e o Emídio Peixoto, com vantagem na pista para o primeiro por escassos segundos.
As verificações técnicas finais acabaram por detectar que a carroçaria do António Maia não estava com o peso regulamentar, o que motivou a aplicação da penalização prevista no Regulamento Técnico e um "tombo" para o oitavo lugar da geral.
A vitória "sorriu" assim ao Emídio Peixoto, averbando a primeira vitória para um Subaru da Avant Slot.
O Augusto Amorim, desta vez correndo com um Peugeot "remendado em cima da hora", ocupou o segundo lugar.
A terceira posição foi ocupada pelo Miguel Queirós, o qual alinhou com um Mitsubishi muito bem afinado.




Grande festa nas hostes da SUBARU!


Seguiu-se a entrega de prémios...

9.º classificado - Sérgio Gaspar


8.º classificado - António Maia


7.º classificado - José Eduardo



6.º classificado - Hugo Figueiredo


5.º classificado - Luís Pedro

4.º classificado - Paulo Mendes




3.º classificado - Miguel Queirós


2.º classificado - Augusto Amorim


1.º classificado - Emídio Peixoto


Para consultar os resultados completos do Rally de Monte-Carlo 2011 clique aqui.
Para consultar a pontuação do Campeonato Regional de Rally 2011 clique aqui.
A terceira prova do Campeonato Regional de Rally está agendada para o dia 26 de Março de 2011.

8 comentários:

Hugo Figueiredo disse...

Um Rally de troços muito técnicos, a lembrar verdadeiramente o Monte Carlo. Condução muito concentrada e ter de segurar as "ganas" de afundar o gatilho para as poucas zonas disponíveis para tal.

Ainda assim, gostei do comportamento do meu C4, muito neutro e seguro e bem capaz de lidar com os saltos. Falta um motor melhorzito, nao tinha "disparo" suficiente para aproveitar os espacinhos entre curvas.


O Maia (alias, o novo "Levezinho", agora que o original voltou ao Brasil) foi a figura da tarde, mas da próxima, convem pesar os carros em casa antes de os meter em prova!


Parabéns aos vencedores e venha daí a próxima ronda.


Abraço,

Hugo

Emídio Rocha Peixoto disse...

Registei dois bons momentos nesta prova de Rally:
1) a tremenda luta pela vitória no Grupo Produção, com quatro pilotos a lutar até ao fim em grande clima de convivência. Fantástico momento!
2) o grande resultado obtido pelo Luís Pedro aos comandos de um carro que lhe cedi com a condição de não o partir... afinal partiu a loiça ao conseguir o quinto lugar do Grupo Super N!
Agora fico a aguardar pela terceira prova, o Rally do Vinho Verde e a já famosa rotunda das garrafas.
Um abraço slotista,
Emídio.

A. Maia disse...

Olá a todos.
Cumpre-me esclarecer aos participantes no Campeonato de Rally que era do meu total desconhecimento o facto do carro não ter o peso regulamentar. Nunca foi minha intenção enganar ninguém. O carro estava exactamente igual em todos os Rally's que fiz até agora e nunca me foi dado conhecimento que não estivesse conforme. Como é que isto aconteceu, não sei!
Posto isto, cabe-me colocar à consideração dos ditos participantes a classificação por mim obtida na primeira prova do Campeonato (2º lugar), uma vez que o carro não estava legal.
Cumprimentos.
A. Maia

Emídio Rocha Peixoto disse...

Caro amigo António Maia:
Na qualidade de Director Desportivo do Campeonato Regional de Rally 2011 cumpre-me dizer que os resultados da primeira prova do campeonato foram homologados nos termos regulamentares após todos os carros terem sido submetidos à verificação técnica final.
O único carro que chumbou na pesagem foi o carro do Vítor, o que levou a que o mesmo fosse penalizado nos termos regulamentares.
Assim, não há qualquer alteração a considerar aos resultados da primeira prova do Campeonato Regional de Rally.
O erro por ti cometido neste Rally de Monte-Carlo mereceu a aplicação da penalização prevista no regulamento, esperando-se apenas que, na próxima vez, todos os pilotos participantes adoptem a conduta exemplar do José Eduardo que pesou duas vezes a carroçaria e optou por colocar lastro a mais para não surgir qualquer problema. Também pode ser seguida a conduta do Paulo Mendes, o qual optou por alinhar com o Subaru com o interior de origem, assim se evitando uma eventual penalização pela queda de qualquer lastro da carroçaria durante a prova.
Um abraço slotista,
Emídio.

Hugo Figueiredo disse...

Ou entao ir de C4 da Ninco: com ou sem habitáculo, as 18 g estão asseguradas !!! :)


Abraço,

Hugo

drivethroughpt.blogpsot.com disse...

Boas,

Não podendo estar presente, deixo aqui o meu comentário "afastado".

Notável o Grupo B, pelo equilíbrio na luta pela vitória, mas principalmente por esta luta ter sido disputada por três modelos de concepção e preparação completamente distintas, o que atesta a validade do regulamento desta classe em particular. Já tínhamos assistido a lutas pela vitória na WRC/Super N mas com os pilotos todos a usarem modelos da Avant Slot.

Quanto 207 "Levezinho" do Maia, uma vez que a alegada infracção já se ter registado também no rali anterior, uma vez que o carro passou nas verificações técnicas nem se interpuseram protestos ao carro em tempo útil, não deverá haver lugar a rectificações à classificação, tal como o Sr. Director Desportivo deliberou.

Morgado disse...

Oh Maia eles falam falam falam mas não dizem nada de jeito.

É tudo inveja de não terem uma tshirt da M em casa.

Fora brincadeiras. Foi mau. aqui de longe não parece tão mau porque eu, pessoalmente falando, acredito piamente que tenha sido lapso teu verificar o peso da carroçaria em causa. Por outro também não sei a diferença que deu se de facto é significativa ou não. Mas agora também já o baptizado está feito por isso não precisas de mais padrinhos.

Por outro lado devia ser pedido o documento de amolgação da balança em conformidade com as normas NP e CE e mesmo da Direcção Geral de Impostos que por sua vez vai de encontro ao que estará escrito num DL qualquer barra de não sei quando.

É bom saber que os rallys respiram saúde. Com muita pena minha não poder participar.

Abraço a todos!

mpqueiros disse...

Boas.

Foi uma prova excelente. A competição esteve ao rubro, principalmente no Grupo B, mas também no Super N as coisas foram muito animadas.

As provas de Rali têm proporcionado tardes de convívio e competição muito boas. Já comentei que me estavam a dar um grande prazer e, nesta prova, curiosamente, alguém comentou o mesmo comigo: que estas ralis são provas que dão muito gozo e ânimo para participar.

Espero que a próxima tenha, no mínimo, o mesmo número de participantes.

Boas gatilhadas.