segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

24 Horas Slotcar da Trofa 2010



24 Horas Slotcar da Trofa 2010


Clube Slot de Braga - 14.º lugar da Geral





Decorreu no passado fim-de-semana, dias 4 e 5 de Dezembro, no Colégio da Trofa, as 24 HORAS NSR CLASSIC TROFA 2010, prova organizada pelo Clube SlotCar da Trofa.



A prova contou com a participação de vinte e três equipas, entre as quais as poderosas formações espanholas da CRIC CRAC SPORT e da ALOY TARRAGONA.


A organização está de parabéns, tendo montado três belas pistas e denotando preocupação com o conforto das equipas, nomeadamente com a instalações de diversos aquecedores a gás com o fim de manter o ambiente a uma temperatura adequada.





O Clube Slot de Braga, não obstante ter tentado apresentar duas equipas, alinhou com uma equipa constituída por seis elementos (da esquerda para a direita):
- António Maia;
- Paulo Mendes;
- Emídio Peixoto;
- Pedro Correia;
- Carlos Alvim;
- Hugo Figueiredo.


A equipa do Clube Slot de Braga alinhou com o modelo FORD P68, pintado pelo António Maia com as cores do CSB e com a alusão ao ano da sua fundação - 1976.


Paulo Mendes, o terceiro a contar da esquerda, a gatilhar entre pilotos consagrados internacionalmente.

A prova começou mal, com o Emídio Peixoto a realizar a qualificação e a conseguir apenas o 16.º lugar da geral, denotando uma anormal vibração do carro em curva.

A primeira calha, com o Emídio Peixoto aos comandos, demonstrou que o carro estava afinal competitivo, tendo a equipa do Clube Slot de Braga terminado a primeira hora de corrida em 6.º lugar e com o segundo melhor registo de voltas na calha n.º 5 - 371 - voltas, igualando o registo da equipa da CRIC CRAC SPORT e sendo apenas superada em duas voltas pela equipa do GT TEAM ART SLOTCARS.

Na segunda hora coube ao Carlos Alvim pilotar o carro do CSB. O mesmo pilotou com muita segurança, mas, perto do fim, o carro perdeu repentinamente de rendimento. Ainda assim, como a perda de rendimento foi no final da manga, o Carlos Alvim ainda conseguiu deixar a equipa num óptimo sétimo lugar da geral.

No início da terceira hora, com o Paulo Mendes aos comandos, quando se esperava uma manga de luxo, aconteceu o pior, com o carro a não andar!

E o pior foi o tempo perdido para descobrir o problema - o berço do motor pura e simplesmente partiu ... algo que o chefe de equipa da própria CRIC CRAC disse nunca ter visto naqueles modelos.

A avaria é das mais graves, obrigando à substituição de todo o berço e a nova afinação de todo o carro, pelo que a perda de voltas foi fatal, com a equipa do Clube Slot de Braga a cair para um inglório e totalmente desmerecido penúltimo lugar da geral.

Cabia então a todos os pilotos empenhar toda a sua capacidade com a mente em apenas uma palavra - recuperação - para manter a dignidade do Clube Slot de Braga, a qual passava por recuperar, pelo menos, até ao lugar da qualificação, ou seja, o 16.º lugar.

Não foi tarefa fácil, mas o Hugo Figueiredo, o Pedro Correia, o António Maia, o Carlos Alvim, o Emídio Peixoto e o Paulo Mendes esforçaram-se nesse sentido e começaram a "remontada", mas surgiu um novo entrave com a avaria no kit de luzes a obrigar a nova paragem nas boxes.

Com o passar da noite continuou a recuperação, conseguindo a equipa do Clube Slot de Braga chegar até ao 14.º lugar e almejando mais subidas na classificação geral.

No entanto, aconteceu novo azar à 20ª hora de corrida, o qual atirou com a equipa do Clube Slot de Braga novamente para as boxes com uma nova quebra do suporte do motor.

A queda na tabela foi inevitável, com a equipa a cair para o 16.º lugar da geral.

A paragem nas boxes foi demorada, mas decidiu-se regressar à pista com um carro devidamente afinado e terminar a corrida com dignidade, optando-se por colocar em pista inclusivamente os pilotos mais rápidos e com a ordem de partir a loiça para recuperar posições... e prestígio.

E, assim, a equipa do Clube Slot de Braga conseguiu recuperar três lugares em apenas três mangas, conseguindo ascender ao 14.º lugar da geral.

Fica o consolo de, em diversas mangas, os diversos pilotos da equipa terem averbado:

- pista n.º 1 - 387 voltas (sétimo melhor registo entre as equipas que percorreram a calha);

- pista n.º 2 - 363 voltas (sétimo melhor registo entre as equipas que percorreram a calha);

- pista n.º 3 - 380 voltas (terceiro melhor registo entre as equipas que percorreram a calha);

- pista n.º 5 - 371 voltas (segundo melhor registo entre as equipas que percorreram a calha);

- pista n.º 13 - 355 voltas (quarto melhor registo entre as equipas que percorreram a calha);

- pista n.º 17 - 371 voltas (sétimo melhor registo entre as equipas que percorreram a calha);

- pista n.º 19 - 367 voltas (sexto melhor registo entre as equipas que percorreram a calha).

Fica assim a íntima convicção de que o resultado poderia ter sido muito melhor se não tivessem quebrado os berços do motor.




Classificação final

Para consultar os resultados completos da prova clique aqui.



1.º lugar - CRIC CRAC SPORT


2.º lugar - ALOY TARRAGONA


3.º lugar - GT TEAM - ART SLOTCARS


O Clube Slot de Braga aproveita para endereçar os parabéns à primeira equipa portuguesa e que ficou classificada no terceiro lugar - a equipa do GT TEAM - ART SLOTCARS, a qual integra dois associados do Clube Slot de Braga - Augusto Amorim e Nuno Aguilar -, bem como o nosso amigo Rui Mota e o Luís Azevedo.

Deixa-se aqui uma nota de relevo para o facto de o Luís Azevedo ter averbado o melhor tempo de toda a prova, bem como ter alcançado o melhor registo de voltas numa calha, confirmando-se como um fenómeno do slot bracarense e europeu.

Anota-se igualmente o meritório lugar atingido pela equipa HERDMAR, com alguns pilotos de Braga a integrar a sua formação, nomeadamente, o Paulo Oliveira, o Francisco Matos e o Chiquinho. Estão igualmente de parabéns pela forma como representaram o slot bracarense.

9 comentários:

José Marques disse...

Sem duvida uma prova de muito azar.
Mesmo assim, parabéns pela recuperação, vocês estavam sempre com altos e baixos, nós viamos a vossa equipa a aproximar-se de nos, a ficar a menos de 10 voltas e depois acontecia-vos sempre alguma coisa, mas houve uma vez em que nos passaram mas depois o berço partiu outra vez, e a partir dai já não houve nada a fazer pois o tempo perdido era muito. Foi mais um aliciante da prova.

É bom saber que não me poseram como piloto bracarense ahah

tresdejunho disse...

Quero dar os parabéns ao clube slot de braga, mesmo nao tendo chegado aos 10 primeiros. já agora Parabens ao gt team pelo 3º lugar.
Parabens tambem pela pintura dos carros das tres equipas.
Abraço e até sexta-feira.
Luis Pedro

Morgado disse...

Parabéns malta!

Sim parabéns! A classificação final pode ter sido uma... caca, mas o prémio será o reconhecimento de todos os adversários em como o CSB NUNCA BAIXA OS BRAÇOS.

Mesmo quando um imponderável acontece.

Se não fosse assim também não teria aguentado 34 anos de vida certo?

Se não fosse assim eu não ia querer saber de vocês pra nada eheheh.

Se não fosse assim o presidente nunca teria vestido a camisola da MPower ihihih.

Se não fosse assim se calhar eu não tinha "nascido" para o slot.

Por isso e muito mais: PARABENS!

Agora voltando à vaca fria: será possível uma imagem ou duas dos berços partidos? fiquei curioso de perceber como tal aconteceu...

Abraços!!

Mota disse...

Foi uma prova recheada de excesso de azares.

Não mereciam....

A vossa eqauipa tem um conjunto de pilotos capazes de muito mais...

Foi uma pena não termos podido contar convosco na luta pelos lugares cimeiros, pois era esse o vosso lugar. Eu conheço-vos e sei que assim teria sido o decorrer natural dos acontecimentos....

Parabéns pelo espírito de luta que conseguiram manter atá final...

Parabéns a todos vós.

Augusto Amorim disse...

Para que conhece os pilotos que fizaeram parte da equipa e esteve presente na prova, facilmente conclui que o 14.º lugar não corresponde ao potencial da equipa do CSB. Para além da natura falta de experiencia de alguns pilotos, juntaram-se uma série de azares que desmotivam bastante. Mas, pelo que pude perceber ao longo da prova, deu para perceber que alguns destes novatos tiveram um comportamento bastante bom. Não podemos esquecer que estamos perante um tipo de pista que não estamos nada habituados. Pensoque se contabilizar as provas de velocidde que fiz em Ninco, não chegam a dez. Tenho a certeza que sem os azares ficavam na primeira metade da tabela com toda a certeza.

Esclente resultado da equipa Herdemar: 13.º lugar. Prova bem conseguida de uma equipa com um misto de excelentes pilotos com outros com pouca experiencia. Um resultado a todos os níveis excelente para uma equipa que corre com o Cascavél...:D

Calha a todos: 11º lugar. Uma prova muito bem conseguida com uma equipa que apresenta alguns elementos que já apresentam uma boa rodagem com outros que para lá caminham. Um excelente preparador: Vitor Costa. Pelos vistos, nesta prova todos se divertiram, não é Vitor? Excelente resultado.

Abraço,
Augusto

Hugo Figueiredo disse...

Foi uma honra voltar a representar o Clube Slot de Braga em mais uma prova de 24 Horas.

Se é um facto que repetimos o 14º lugar das 24 Horas do Porto (no caso dos 3 pilotos do CSB Sport: eu, o Pedro e o Kikas), desta vez deu para perceber que a equipa tinha um andamento muito bom e poderia ter ombreado até um "Top 10", não fossem os azares que acumulamos. Ainda assim, uma série de bons registos um pouco por toda a prova dão-nos um certo reconforto e de certa forma um retorno pelo esforço que fomos dispendendo ao longo da prova.

No meu caso particular tratou-se de outra luta interior com as minhas limitaçoes fisiológicas que supreendentemente foram superadas, como diria o ja conhecido treinador, "com tranquilidade".

Por todos esses motivos, repetirei assim que houver oportunidade.


Um abraço a todos,

Hugo

drivethroughpt.blogpsot.com disse...

Boas

Foram muitos azares para uma prova só...

Mas as resistências são mesmo assim.

Pior do que o tempo e trabalho necessários para a substituição dos berços, foi o tempo perdido até diagnosticar a primeira rotura, experimentamos se seria dos pneus, da cremalheira, do pinhão, por fim reparamos que tínhamos o berço partido. Fizemos 208 voltas nessa calha, perdendo cerca de 140 voltas, atendendo ao que as outras equipas com andamento semelhante ao nosso fizeram. Da segunda vez estimo termos perdido cerca de 60 voltas. Ou seja, a 200 voltas, a lutar pelo top 10.

Boas corridas

Morgado disse...

Quase caso para dizer que foram tão bons com berços como o Augusto com luzes lol.....

Hugo Figueiredo disse...

(resposta esquecida ao Morgado:)

Pois, dá para tirar imagens dos berços partidos mas é difícil notar a rachadela... na verdade, o berço parece normal quando se retiram todos os componentes, só quando se força é que se vê a quebra. Daí o grande problema inicial em descobrir qual era o problema do carro.


Abraço,

Hugo